Antissociais

Antissociais

Vice da Série A, São Paulo é campeão na interação virtual com os torcedores. Estudo mostra que, na contramão do tricolor, alguns dos 12 principais clubes do país são amadores na exploração da internet

Marcos Paulo Lima
Marcos Paulo Lima
postado em 13/12/2014 00:00

O Flamengo tem a maior torcida do país, mas é o São Paulo quem melhor interage com a torcida na internet e nas redes sociais. Essa é a conclusão de um Campeonato Brasileiro à parte elaborado pela empresa Biziil ; especializada em marketing digital. O estudo ao qual o Correio teve acesso considerou o número de seguidores dos 12 principais clubes do país no Twitter, Facebook, Google+, Instagram e YouTube. Além disso, aferiu o número de visitas nos sites dos times e pesquisas no Google.

O levantamento mostra que nenhum clube tem uma estratégia perfeita em todas as redes sociais na comunicação com o torcedor. O São Paulo tem o site mais acessado e domina o Instagram. Vice na contabilidade geral de pontos, só é o mais querido em número de pesquisas no Google. O Corinthians é quem mais arrebanha fiéis no Twitter e no Facebook. Palmeiras e Santos disputam um clássico paulista no YouTube, com liderança alviverde. No Google+, quem dá bola é o Peixe, à frente do Timão.

Campeão da Libertadores em 2013, e da Recopa e da Copa do Brasil em 2014, o Atlético-MG ainda não acredita na força das redes sociais. No Twitter, por exemplo, ocupa a lanterna. Com 809 mil seguidores, o clube está um pouquinho à frente do presidente Alexandre Kalil, que tem 785 mil. Há uma explicação. O ex-presidente do Galo usava a conta particular para anunciar reforços e fazer provocações ao arquirrival, Cruzeiro. O departamento de Marketing do clube também não sabe explorar as imagens exclusivas dos títulos no Instagram e muito menos no YouTube, nos quais amarga a lanterna. O site oficial também é o menos acessado entre os 12 principais clubes do país. Resultado: é o último no placar final.

A regra é clara

Para chegar à classificação final do Brasileirão de Marketing Digital, a Biziil contou o número de seguidores de cada um dos 12 principais clubes do país nas redes sociais. O time que ficava em primeiro no número de seguidores de uma determinada rede social, por exemplo, ganhava 12 pontos. O segundo faturava 11 e assim sucessivamente até chegar a 1 ponto para o último colocado.

No caso do número de acessos ao site, a ferramenta utilizada na pesquisa foi o Alexa Rank, que afere o número de visitantes de cada página oficial e elabora o ranking. A quantidade de pesquisas é estimada pelo aplicativo de buscas do Google.

A Biziil conclui: ;Nossa avaliação geral é que os clubes precisam aproveitar melhor também a retenção de torcedores, não somente a quantidade de seguidores. Os clubes precisam aproveitar melhor os seguidores que têm e não pensá-los somente como ;canal de vendas;. Os times de futebol contam com a clientela mais fiel, um sonho de toda empresa, mas eles precisam saber que os torcedores querem se relacionar com seus times. É uma via de mão dupla;, adverte o texto.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação