Medina mais perto do título

Medina mais perto do título

postado em 13/12/2014 00:00
 (foto: Kent Nishimura/AFP
)
(foto: Kent Nishimura/AFP )

Gabriel Medina começou bem a última etapa do Mundial de Surfe. Em Pipeline, no Havaí, o brasileiro venceu a bateria 1 diante do australiano Dion Atkinson e do havaiano Reef McIntosh, se classificando direto à terceira fase, com 8,83 pontos. Assim, ficou muito perto de confirmar o título inédito na categoria. O surfista deve voltar às águas hoje.

Muito focado, Medina começou bem e já somou 3,33 na primeira onda que pegou. Dion, por sua vez, apareceu com 1,07 na estreia. Em casa, McIntosh conseguiu 4,17 depois de muito esperar para ficar em pé na prancha.

Com ondas relativamente baixas, as notas também não foram muito altas, e Medina acabou por somar 8,83 no total. Seu adversário mais próximo, Atkinson, apareceu com modestos 5,10, e o anfitrião McIntosh terminou com 3,30. Os dois últimos disputarão a repescagem para saber quem passará à terceira fase.

;Tirei um peso das costas, sempre é bom começar com vitória, foi importante. Estou feliz de ter passado essa bateria;, afirmou, em entrevista ao Globoesporte.com. ;O mar estava mais ou menos, e eu não tive muitas oportunidades. Escolhi as ondas menores e melhores. Acabou dando tudo certo.;

Rivais diretos na briga pelo título com o brasileiro, Mick Fanning e Kelly Slater tiveram atuações bem diferentes na estreia no Havaí. Slater disputará a repescagem e, caso seja eliminado, também não terá mais chances de levantar o caneco na temporada. Fanning, por sua vez, bem como Medina, se classificou direto à terceira fase e segue vivo na disputa.

Fanning e Slater são os dois únicos surfistas que podem tirar o título de Medina. Com excelentes campanhas nos últimos anos, Slater é o recordista mundial, com 11 títulos. Já o australiano tem um tricampeonato.

"Tirei um peso das costas, sempre é bom começar com vitória, foi importante;
Gabriel Medina, surfista

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação