Na Europa, estabilidade

Na Europa, estabilidade

postado em 01/01/2015 00:00


Enquanto no Brasil as equipes renovam as comissões técnicas com frequência, no futebol europeu a tradição é dar mais tempo para que os treinadores implementem seus estilos. Entre os líderes das cinco principais ligas do velho continente ; Inglaterra, Alemanha, Espanha, Itália e Portugal ;, a Juventus é a única que tem um comandante que não estava no time no início de 2014.

Chelsea, Bayern, Real Madrid e Benfica, que viram o ano líderes em seus países, apostam na continuidade. No time português, Jorge Jesus é quem manda desde 2009.

Na semana passada, depois de o Real Madrid levantar seu quarto Mundial, o presidente Florentino Pérez rasgou elogios ao técnico Carlo Ancelotti e demonstrou a intenção de mantê-lo no cargo por muito tempo. ;Queremos que seja nosso Alex Ferguson;, disse, lembrando do lendário técnico do Manchester United, que ficou à frente do time inglês por 26 temporadas.

A prova de que resultado ruim não demite todos os técnicos por lá é Ars;ne Wenger, no Arsenal desde 1996, sem conquistar o Inglês há 10 anos. Ainda assim, mantém a confiança da direção.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação