Esquentou? Ligue o ar quente!

Esquentou? Ligue o ar quente!

Num calor infernal e no meio do congestionamento, o ponteiro de temperatura do motor entra no vermelho. O pânico aumenta se houver fumaça saindo do motor. O que fazer?

» Eduardo Aquino
postado em 01/01/2015 00:00
 (foto: Littleinsurancegroup.com/Reprodução)
(foto: Littleinsurancegroup.com/Reprodução)

Essa dica é um bom paliativo, pois embora não resolva o problema que está causando o superaquecimento, ela pode fazer com que a temperatura do motor baixe um pouco até que o motorista consiga encontrar um local seguro para parar o carro, evitando assaltos ou mesmo se distanciando de um local perigoso na via, como um trecho de alta velocidade, por exemplo. Mas existem outras dicas que são fundamentais para evitar problemas no sistema de arrefecimento, pois somando as altas temperaturas do verão, com a falta de manutenção, o resultado é, sem dúvida, o superaquecimento.

Sauna salvadora


Por que ligar o ar no ponto máximo da zona vermelha e da ventilação forçada pode fazer a temperatura baixar? Quando o motorista liga esse sistema, a água quente que sai do motor passa a circular também pelo ;trocador de calor; (radiador) do sistema de ar-condicionado/aquecimento, para liberar calor para dentro do habitáculo, e sai com uma temperatura mais baixa para regressar ao bloco do motor.
Não é sinal de paz

Fique ligado, pois aquela fumaça que sai do motor quando o ponteiro de temperatura está lá nas alturas nada mais é do que um superaquecimento, provocado pelo desequilíbrio entre o calor produzido pelo motor e a capacidade de absorção pelo sistema de refrigeração, ou seja, o sistema é responsável por absorver e dissipar o excesso de calor gerado pelo motor.

Mais frio, pior


Alguns motoristas acreditam que quanto mais frio o motor trabalhar, melhor é. Ledo engano. É preciso lembrar que os motores são máquinas térmicas e foram projetados para operar dentro de uma faixa de temperatura ideal, na qual sofrem menor desgaste, oferecem melhor rendimento e o óleo lubrificante fica com a viscosidade correta. Em temperaturas mais baixas, o desgaste das peças móveis é maior (devido a folgas entre os componentes), o funcionamento é irregular e o consumo de combustível aumenta. Nas temperaturas muito altas, as peças chegam a fundir, os pistões podem travar dentro dos cilindros, o cabeçote empena, entre outros problemas.

Válvula

A válvula termostática é o item responsável pelo controle da temperatura de operação do motor e, consequentemente, do sistema de refrigeração. Suas funções são: fazer com que o motor alcance o mais rápido possível a temperatura ideal de funcionamento, e tornar mais uniforme a temperatura de trabalho do motor, evitando variações bruscas. Como este componente costuma emperrar, alguns mecânicos inescrupulosos simplesmente o retiram. Com isso, o motorista acaba acreditando que está tudo bem, mas, na verdade, o motor do seu carro vai funcionar numa temperatura abaixo da ideal, aumentando o consumo de combustível, o desgaste dos componentes móveis e a poluição. O correto é substituí-la.

Cebolão

Uma das peças do sistema de refrigeração tem o apelido de ;cebolão; e pode fazer o motorista chorar, pois ela comanda a ventoinha e, se não desempenhar direito este papel, o motor vai superaquecer. Para saber se isso está ocorrendo, deixe o motor funcionar por alguns minutos em marcha lenta.

Não é só água

Os motores não usam mais apenas água no sistema de refrigeração, pois operam numa faixa de temperatura mais elevada. Eles precisam de uma mistura de água e aditivo à base de etileno glicol, que aumenta o ponto de ebulição e tem propriedades antioxidante e anticongelante. Se a proporção não estiver correta, o motor vai superaquecer nessas condições: trânsito lento, ar-condicionado ligado, subidas de serra etc. O sistema deve ser limpo e sua água trocada em média a cada 30 mil quilômetros. Confira o nível de água do reservatório de expansão pelo menos uma vez a cada 15 dias.

Na pressão

Os sistemas de refrigeração trabalham ;pressurizados;, ou seja, com uma pressão interna maior do que a externa (ambiente). Não abra a tampa do reservatório do líquido de arrefecimento com o motor quente, pois o vapor pode causar graves queimaduras. Se tiver que abrir, espere esfriar um pouco e faça-o bem devagar, de modo que a pressão caia lentamente.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação