Mais de 20 mil vagas em disputa

Mais de 20 mil vagas em disputa

postado em 17/03/2015 00:00
 (foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press - 18/10/13)
(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press - 18/10/13)


Mesmo sem grandes concursos abertos, as portas para a estabilidade do serviço público continuam escancaradas. Há mais de 20 mil vagas para todos os níveis de escolaridade, em certames municipais, estaduais e federais, com salários de R$ 642 a R$ 15,3 mil. Nesta semana, as inscrições se encerram em 41 oportunidades e 3.117 vagas. Os concursos com a maior remuneração estão em cidades de Mato Grosso e Minas Gerais. A Prefeitura de Japorã (MT) tem 17 oportunidades de nível superior na área de saúde com salário de R$ 13 mil; e, em Capitólio (MG), há 93 vagas para diversos cargos com ganhos que chegam a R$ 11.656.
A expectativa de abertura de novas seleções como as do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT); do Tribunal Regional Federal (TRF1); e do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) tem mantido as salas de aula e bibliotecas cheias de concurseiros que não querem perder a chance de ingressar no serviço público. Segundo o professor de direito administrativo e empresarial Washington Barbosa, coordenador do Instituto de Capacitação Avançada (ICA), a remuneração esperada para o TJDFT é de R$ 7 mil (nível médio) e de R$ 9 mil (superior).
;No último certame, em 2013, só no meu curso, havia 5,5 mil alunos. Agora, além das oportunidades tradicionais, foram criadas 490 vagas para novas varas que foram abertas;, ressaltou Barbosa. A publicação do edital para o TRF é aguardada para junho, com provas previstas para agosto. ;Tem os mesmos salários do TJDFT e engloba praticamente todo o Brasil, com exceção de São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul;, explicou.

INSS

Na semana passada, correu um boato pelas redes sociais de que o concurso para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), cujo pedido de autorização tramita no Ministério do Planejamento (MPOG), teria sido cancelado. ;A pasta apenas mudou o sistema de acompanhamento de processos administrativos. Os pedidos cadastrados foram arquivados. Quando o novo sistema começar a rodar, eles serão automaticamente ativados;, explicou o professor do ICA. Desde 2014, o INSS planejava abrir 2 mil oportunidades para técnico, 1.580 para analista do e 1.150 para perito médico previdenciário. Os salários são de R$ 4,4 mil a R$ 11,2 mil.
Barbosa esclareceu, ainda, que houve dois grandes booms de concursos nas décadas de 1970 e 1980. ;A turma que entrou naquela época, está se aposentando. A União vai precisar de pessoal, não só no INSS, como em vários outros órgãos;, disse. Ele lembrou que o governo perde diariamente arrecadação, porque faltam profissionais de auditoria, controle e fiscalização. ;É uma bobagem não repor pessoal;, opina.(VB)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação