Pé na forma

Pé na forma

Cruzeiro busca o primeiro triunfo na competição diante do Mineros, na Venezuela. Para alcançar o objetivo, a Raposa terá de melhorar o rendimento ofensivo, pois está em jejum de gols no torneio

Paulo Galvão
postado em 19/03/2015 00:00
 (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press - 8/3/15)
(foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press - 8/3/15)


Depois de empatar os dois primeiros jogos na Copa Libertadores por 0 x 0, o Cruzeiro busca a primeira vitória no torneio diante do Mineros de Guayana, em Puerto Ordaz, na Venezuela. Para isso, tenta controlar os nervos e aproveitar as chances, o que não ocorreu diante do boliviano Universitario e, principalmente, do argentino Huracán, quando mostrou pouca criatividade e se precipitou em muitas jogadas.

A novidade será a presença do armador e atacante Alisson, que entra como titular pela primeira vez na Libertadores deste ano, ocupando a vaga de Willian, em tratamento de dor no púbis. Com a prata da casa, a expectativa é de que a equipe fique menos dependente da inspiração do uruguaio De Arrascaeta, que foi muito bem marcado tanto por bolivianos quanto por argentinos. O técnico Marcelo Oliveira e os próprios jogadores conversaram bastante com Alisson nas últimas semanas, para que ele dose melhor o ritmo durante os duelos, para o manter até o fim.

A principal esperança de balançar a rede adversária, contudo, continua sendo o atacante Leandro Damião. De volta à Libertadores depois de dois anos, ele confia em reencontrar o caminho do gol e reeditar os bons tempos de Internacional: em 2010, ele marcou o gol da vitória por 3 x 2 sobre o Chivas, do México, que deu o segundo título continental ao colorado. Nas duas temporadas seguintes, foram mais 10 gols em 18 partidas, tornando Damião o maior artilheiro do time gaúcho na competição.

Com tanta experiência, ele mantém a serenidade, mesmo sabendo da cobrança e que só o triunfo interessa à Raposa. ;Estamos tranquilos. Fizemos bons jogos no Campeonato Mineiro e agora é procurar fazer outra vez uma boa partida. Os gols na Libertadores vão sair naturalmente;, diz o atleta, referindo-se ao fato de o time celeste ser o ataque mais positivo do estadual, com 17 gols.

Para ele, a pressão pela vitória existe, mas não vai atrapalhar o Cruzeiro diante do lanterna do Grupo 3. ;Aqui, tem muitos jogadores acostumados a grandes jogos. Não vamos ficar pensando que precisamos vencer, temos é de entrar em campo e fazer o nosso melhor;, afirma ele, bastante confiante: ;Não podemos menosprezar nunca o adversário, mas trabalhamos bem, tivemos tempo também para descansar e temos tudo para fazer um bom jogo. Além disso, não tem altitude, o que é bom para nós;.





11
Número de gols de Leandro Damião em 19 jogos pelo Internacional, seu ex-clube






Mineiros-VEN
Romero; Vallenilla, Júlio Machado, Cuevas e Matos; Jiménez (López), Peña, Pérez e Cabello; Blanco e Cabezas
Técnico: Antonio Franco (interino)

Cruzeiro
Fábio; Mayke, Leo, Paulo André e Mena; Willian Farias, Henrique, Marquinhos, De Arrascaeta e Alisson; Leandro Damião
Técnico: Marcelo Oliveira

Deportivo Cachamay
Puerto Ordaz (Venezuela)

Horário: 22h15

Transmissão: SporTV

Libertadores
Grupo 3 ; 3; rodada

Árbitro: Carlos Vera (EQU)


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação