Vai ser punk

Vai ser punk

Homônimo do vocalista da banda Joy Division, ala-armador Ian Curtis Young, do Macaé, promete uma partida pauleira para o UniCeub/BRB, hoje, na Asceb. Duelo vale classificação à próxima fase do NBB

VÍTOR DE MORAES
postado em 19/03/2015 00:00
 (foto: Macaé Basquete/Divulgação)
(foto: Macaé Basquete/Divulgação)




Os mais ligados no movimento pós-punk se depararão com uma agradável coincidência hoje à noite. O ala-armador Ian Curtis Young estará em quadra contra o UniCeub/BRB, às 20h, no Ginásio da Asceb. O jogador do Macaé carrega o nome de um dos maiores ídolos dos anos 1970: o vocalista da banda Joy Division. Estreante no Novo Basquete Brasil (NBB), Ian Curtis tentará impedir a classificação do time de Brasília aos play-offs do Nacional. Uma vitória dará vaga ao UniCeub/BRB entre os 12 que avançam.

Com problemas internos, Young está impedido de conceder entrevistas, mas embarcou para Brasília com a equipe fluminense. O Macaé derrotou o Basquete Cearense na última terça-feira, em Fortaleza. Os adversários de hoje ocupam a última posição dos times classificados. O UniCeub/BRB, por outro lado, vem de derrota exatamente para os nordestinos.

Nesta noite, o técnico José Carlos Vidal terá os desfalques do ala Isaac e do pivô Vernon Goodridge, lesionados. Insatisfeito com a última atuação, Vidal quer atitude dos atletas. ;Temos de mudar a forma de jogar, pois a partida contra o Basquete Cearense foi muito abaixo do esperado e me desagradou;, desabafou. O treinador ainda precisa ajudar a equipe a ter focar no duelo de hoje. No sábado, o UniCeub/BRB tem o clássico contra o Flamengo, no Ginásio Nilson Nelson.

O torcedor com boa memória pode lembrar de Ian Curtis ; o atleta. O ala-armador de 27 anos enfrentou o time brasiliense em 2013, na Liga das Américas, quando defendia o Estrellas Occidentales. Naquela edição, os venezuelanos perderam por 91 x 80. Curtis jogou oito minutos, não pontuou e pegou dois rebotes. A primeira participação do norte-americano do Brooklyn no NBB não tem sido empolgante. Com médias de 8,3 pontos e 1,7 assistência, Curtis sofreu contratura no pé direito e ficou pouco mais de dois meses afastado. Ele voltou na vitória sobre o Basquete Cearense.

Abaixo do que costuma render em quadra, o ala-armador Kyle LaMonte converteu apenas nove dos 27 pontos tentados na queda do UniCeub/BRB em Fortaleza. O conhecido ;LaMonster; não foi tão monstro assim. ;Estamos corrigindo os erros do último jogo e vamos trabalhar para vencer o Macaé. Estou querendo sempre melhorar, sempre vencer;, disse o norte-americano.

Até agora, o Ian Curtis do basquete não tem seguido a impressão causada pelo xará, morto em 1980. As atuações do cantor do Joy Division no palco eram marcadas por uma empolgante dança, chacoalhante, batizada de ;dança da epilepsia;. Os movimentos eram similiares aos dos ataques que Curtis sofria.

Programe-se

NBB ; 28; rodada
UniCeub/BRB x Macaé
Horário: 20h
Local: Ginásio da
Asceb (904 Sul)
Ingressos: à venda no site www.bilheteriadigital e na bilheteria do ginásio,
a partir das 19h. As entradas custam R$ 30 (inteira)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação