Roteiro

Roteiro

postado em 19/03/2015 00:00
 (foto: Universal Pictures/Divulgação)
(foto: Universal Pictures/Divulgação)
O melhor na opinião do leitor

Os internautas do Correio votaram e escolheram Para sempre Alice como o melhor trabalho da atriz Julianne Moore. Ela venceu o Oscar pelo papel de Alice Howland, renomada professora de linguística diagnosticada com Alzheimer. Em segundo lugar, com 20% dos votos, ficou Boogie Nights: prazer sem limites, no qual Julianne Moore interpreta a personagem Amber Waves. Confira as porcentagens:

Alice Howland em Para sempre Alice
; (Still Alice, EUA/França, 2014, drama, 101min; não recomendado para menores de 12 anos). De Richard Glatzer e Wash Westmoreland. Com Julianne Moore, Alec Baldwin e Kristen Stewart. Renomada professora de linguística é diagnosticada com Alzheimer. 60%

Sarah Miles em Fim de caso
; (The end of the affair, EUA, 1999, drama, 105min; não recomendado para menores de 18 anos). De Neil Jordan. Com Ralph Fiennes, Julianne Moore e Stephen Rea. O novelista Maurice Bendrix encontra Henry Miles, marido de sua ex-amante Sarah. Maurice e Sarah tiveram um tórrido caso dois anos antes, até que, sem qualquer explicação, Sarah terminou o romance. 10%

Amber Waves em Boogie nights: prazer sem limites
; (Boogie nights, EUA, 1997, drama, 155min; não recomendado para menores de 18 anos). De Paul Thomas Anderson. Com Mark Wahlberg, Burt Reynolds e Julianne Moore. Eddie Adams é um jovem sexualmente bem-dotado. Ele é descoberto por Jack Horner, diretor veterano que o transforma em Dirk Diggler, uma celebridade do mundo pornô no apogeu dos anos 70. 20%

; Você também pode enviar comentários sobre a programação para o e-mail cultura.df@dabr.com.br. Os melhores serão publicados nesta seção.





Origens de Brasília

Lourenço Cazarré lança hoje, às 19h, na sede do Sinduscon (SIA, Tc 2/3), o livro Longe do litoral, no coração do cerrado ; Histórias da construção em Brasília. A entrada é franca e a classificação indicativa é livre.





Cinema


Pré-estreias

Em um pátio de Paris
(Dans la cour, França, drama, 97min; não recomendado para menores de 14 anos). De Pierre Salvadori. Com Catherine Deneuve, Gustave Kervern e Féodor Atkine. Desanimado demais para seguir tocando em sua banda de rock, Antoine busca uma nova ocupação. Sem experiência, ele acaba conseguindo emprego como zelador de um antigo prédio parisiense e logo revela-se muito bom na função. Assim ele conhece Mathilde, senhora recém-aposentada com quem desenvolve uma relação de amizade. Cine Cultura Liberty Mall 1, às 14h.

Sabotage: o maestro do Canão
(Brasil, 2014, documentário, 110min; classificação indicativa livre). De Ivan 13P. Com Sabotage, Mano Brown e Paulo Miklos. Mauro Mateus dos Santos ficou conhecido no Brasil através de outro nome: Sabotage. Crescendo em meio a pobreza de São Paulo, o homem, com singularidade musical, encontrou no rap espaço para se expressar. Neste documentário inédito, com depoimentos de artistas e cenas de arquivo da vida do rapper, ele fala sobre a infância, a desigualdade, o descaso, a solidariedade, o passado e o futuro. O retrato de um músico que se tornou lenda após sua morte, e ainda é um dos nomes mais importantes do rap nacional. Espaço Itaú CasaPark 7, às 17h10.

Terceira pessoa
(Third person, Reino Unido/EUA/Alemanha, drama, 137min; não recomendado para menores de 14 anos). De Paul Haggis. Com Liam Neeson, Maria Bello e Mila Kunis. O filme conta três histórias de amor diferentes: Michael é um escritor veterano, que acaba de romper com a esposa e viaja a Paris, buscando novas histórias. Ele encontra em Anna uma amante e uma inspiração, devido ao passado sombrio da garota. O empresário Scott está passeando por Roma, quando conhece a misteriosa cigana Monica e simpatiza com sua perigosa busca para reencontrar a filha pequena. Julia é uma jovem mãe, traumatizada após perder a guarda do filho para o ex-marido famoso, e conta com a ajuda da advogada Theresa nesta batalha judicial. Espaço Itaú CasaPark 2, às 21h30.

Estreias

O amor é estranho
(Love is strange, EUA/França, 2014, drama, 95min; não recomendado para menores de dez anos). De Ira Sachs. Com Alfred Molina, John Lithgow e Marisa Tomei. Ben e George formam um casal há quatro décadas. Quando finalmente decidem se casar, a cerimônia é aprovada por amigos e familiares, mas acaba levando George a perder o seu emprego. Sem dinheiro, os dois são obrigados a viver separadamente até conseguirem vender a casa e comprar outra, mais barata. A nova vida em lares provisórios torna-se bastante desgastante para o casal e para os amigos envolvidos. Cine Brasília, às 17h. Espaço Itaú CasaPark 8, às 17h30.

Branco sai, preto fica
(Brasil, 2014, drama, 93min; não recomendado para menores de doze anos). De Adirley Queirós. Com Marquim do Tropa, Shockito e Dilmar Durães. Tiros em um baile de black music na periferia de Brasília ferem dois homens, que ficam marcados para sempre. Um terceiro vem do futuro para investigar o acontecido e provar que a culpa é da sociedade repressiva. Cine Brasília, às 19h e 21h. Espaço Itaú CasaPark 7, às 13h30, 15h20 e 21h10. JK Shopping 5, às 14h, 16h30, 19h e 21h.

Duas irmãs, uma paixão
(Beloved sisters, Alemanha/Áustria/Suíça, 2014, drama, 138min; não recomendado para menores de 12 anos). De Dominik Graf. Com Hannah Herzsprung, Henriette Confurius e Florian Stetter. As irmãs sempre foram muito próximas e amigas uma da outra, e partilhavam de um coração e alma muito interligados. Com a chegada de Schiller, as duas se veem presas a um mesmo amor, e são levadas pelo escritor, que se apaixona pelas duas igualmente. Carolline é casada, mas vive uma vida infeliz com o marido, e encontra em Schiller seu conforto. Já Charlotte vivia sonhando com um bom marido, e vê igualmente em Schiller o homem de sua vida. Os três começam a viver um romance juntos, mas os laços das irmãs podem não ser tão fortes para sustentar essa situação. Cine Cultura Liberty Mall 4, às 16h20 e 21h.

O duelo
(Brasil, 2012, drama; não recomendado para menores de 14 anos). De Marcos Jorge. Com Joaquim de Almeida, José Wilker e Cláudia Raia. O comandante Vasco Moscoso de Aragão está cansado da sua vida aventureira em alto mar, e busca um lugar tranquilo para viver. É assim que ele chega até a vila de Periperi, uma cidadezinha costeira, e logo conquista a todos no local. Aragão ganha a admiração dos homens que se juntam para ouvir suas histórias fantásticas, e conquista as mulheres, com seus ares românticos da Europa. Só que o fiscal Chico Pacheco, até então o homem mais admirado da cidade, desconfia de Aragão e começa a investigar a vida do forasteiro, querendo saber se tudo que ele diz é verdade ou não. Cine Cultura Liberty Mall 1, às 15h50, 17h50 e 19h50. Cinemark Pier 5, O duelo, às 13h30, 16h40, 19h30 e 22h10. Espaço Itaú CasaPark 3, às 14h40, 17h, 19h20 e 21h40. Kinoplex ParkShopping 11, às 14h40, 17h, 19h20 e 2

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação