Em crise ética, PT lança manifesto

Em crise ética, PT lança manifesto

postado em 31/03/2015 00:00
 (foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula)
(foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula)

Em meio à crise decorrente da série de denúncias da Operação Lava-Jato, dirigentes regionais do PT decidiram lançar um manifesto com 10 propostas para sobreviver ao momento político. Segundo o documento, é hora de ;sair da defensiva;. Após reunião com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a legenda divulgou um plano de três páginas, que articula uma ampla frente de partidos para enfrentar a oposição, que tem aproveitado a crise para pressionar o governo de Dilma Rousseff.

Na reunião com a executiva nacional, em São Paulo, os presidentes estaduais relataram a situação política em cada unidade da Federação ao presidente nacional, Rui Falcão, e aos senadores Fátima Bezerra (RN), Jorge Viana (AC) e Regina Soares (PI).

Além de reunir com os dirigentes, Lula esteve com o novo ministro da Educação, o professor Renato Janine Ribeiro, que deve tomar posse na próxima segunda-feira. Eles se encontraram em um hotel da Zona Sul de São Paulo, em evento promovido pelo Instituto Lula. O presidente da entidade, Paulo Okamotto, negou que o encontro estivesse marcado antes mesmo da nomeação de Ribeiro, anunciada na sexta-feira da semana passada.

De acordo com interlocutores do ex-presidente que estiveram no encontro, Lula e Ribeiro conversaram sobre ética e corrupção. Em artigos recentes publicados na imprensa, o futuro ministro, que é professor de ética e filosofia política na Universidade de São Paulo, fez críticas ao governo.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação