Prejuízo na Infraero

Prejuízo na Infraero

Simone Kafruni
postado em 31/03/2015 00:00

A Infraero Aeroportos divulgou ontem que o prejuízo de 2014 foi de R$ 2,083 bilhões. Somado ao resultado negativo de 2013, de R$ 2,8 bilhões, o rombo é de quase R$ 5 bilhões. Quem deve arcar com a fatura é o Tesouro Nacional, já que, desde que entregou os cinco aeroportos mais rentáveis para a iniciativa privada, a Infraero depende de aportes da União.

O diretor financeiro da empresa, José Irenaldo Leite de Ataíde, explicou que a companhia era autossustentável, mas, depois de conceder os terminais responsáveis por 53% da receita, o equivalente a R$ 4,3 bilhões, o quadro mudou.

Além de perder a receita, a Infraero manteve a despesa com o pessoal que não foi absorvido pelas concessionárias ; R$ 883 milhões foram provisionados para a dispensa de 2,6 mil funcionários, por meio de um Plano de Demissão Voluntária (PDV). ;Também mantivemos os investimentos (R$ 1,2 bilhão, em 2014) porque temos 49% dos aeroportos. Mas eles são da União, e não da Infraero.;

O diretor também explicou que, em 2015, a companhia terá um prejuízo operacional (receitas menos despesas) de R$ 500 milhões e vai recorrer aos aportes do Tesouro.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação