Celebração lota a Catedral

Celebração lota a Catedral

MARIANA LABOSSIÈRE
postado em 03/04/2015 00:00
 (foto: André Violatti/Esp. CB/D.A. Press
)
(foto: André Violatti/Esp. CB/D.A. Press )

A Quinta-Feira Santa começou com uma missa especial na Catedral Metropolitana de Brasília. Ontem, às 9h, o templo, que tem capacidade para 4 mil pessoas, estava repleto de fiéis. Alguns, assistiram à celebração do Santo Crisma, também conhecida como Missa dos Santos Óleos, sentados no chão, pela falta de bancos vazios. Outros, improvisaram cadeiras.

Na ocasião, padres fazem a renovação dos votos ao mesmo tempo em que são abençoados os óleos usados nas cerimônias de Batismo, de Unção dos Enfermos e de Crisma. A missa foi presidida pelo arcebispo de Brasília, dom Sergio da Rocha. Durante a homilia, ele ressaltou a importância da fidelidade e do comprometimento com a religiosidade.

;Vivemos em um tempo de mediocridade cristã, onde as pessoas não admitem renúncias e penitências, onde as pessoas visam apenas o bem-estar pessoal. Mas não podemos ceder à tentação de uma vida cômoda, de uma vida mundana;, afirmou Dom Sergio.

A professora Denilza dos Santos Ferreira, 37 anos, acordou cedo para participar da missa. Ela saiu de Brazlândia para acompanhar a celebração no Plano Piloto, ao lado do filho João Paulo, de apenas cinco meses. ;Há vários anos, participo da programação. Passamos pela Quaresma, esse momento de relexão e de penitência, para esperar pela resurreição de Jesus, que ocorrerá no domingo. Então, há toda uma peparação para que se chegue a esse momento de alegria;, justificou.

A administradora Ângela Bezerra de Paula, 35 anos, também esteve na celebração, acompanhada dos dois filhos, Davi e Isabela. Ela saiu de Ceilândia para participar da missa na Catedral. Normalmente, ela assiste à da noite, de Lava-pés, mas teve de mudar a programação, porque precisou cuidar da avó. ;Esse momento é de novo respiro para mim. De fato, é uma forma de eu agradecer e pedir bênçãos a Deus. Cristo deixou um legado, que são os óleos para lembrar do sacrifício;, relatou.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação