Entrega do sigilo

Entrega do sigilo

JOÃO VALADARES
postado em 15/05/2015 00:00

O presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), comunicou, na tarde de ontem, que vai entregar os seus sigilos fiscal, bancário e telefônico ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, relator dos processos na Corte relativos à Operação Lava-Jato. O pedido para quebrar o sigilo do parlamentar foi feito ontem pela Polícia Federal. Os investigadores também fizeram a mesma solicitação em relação ao senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL), um dos políticos investigados por suspeita de integrar o esquema de corrupção na Petrobras.

Os policiais federais pediram ainda para ter acesso aos dados bancários do deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE) e do ex-deputado João Pizzolatti (PP-SC). Eles também são investigados na operação que apura o esquema criminoso que atuava na petroleira. Ontem, Teori autorizou a quebra dos sigilos de Pizzolatti. A informação foi repassada pela própria defesa do parlamentar. A advogada Gabriela Peixoto afirmou que o despacho do ministro já era esperado. ;Nós iríamos apresentar os dados, mas ele se antecipou.; Teori não informou a decisão tomada em relação aos outros pedidos realizados pela Polícia Federal.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação