Uma década em revista

Uma década em revista

ana dubeux anadubeux.df@dabr.com.br

postado em 17/05/2015 00:00



Foram longas e exaustivas reuniões. Discussões intermináveis sobre temas simples e complexos. Animal de estimação? Beleza? Casa? Moda? Saúde? Quais seriam os assuntos fixos? O que mais comporia as 40 páginas? Sobre o que os colunistas falariam? Qual a linguagem ideal? A única certeza que tínhamos, amparada por uma pesquisa que identificava um nicho de mercado, era o nosso público: mulheres de 22 a 45 anos, das classes A e B. Da necessidade de dialogar com essas pessoas e ampliar o alcance do jornal, nasceu a Revista do Correio, a primeira publicação com a capa em papel couchê, num formato totalmente diferente dos outros suplementos do jornal.

Eis que já nos primeiros números, descobrimos o óbvio. Com uma base de assinantes e de leitores heterogênea, uma publicação mais requintada ganhou a atenção de todos, não apenas de mulheres com aquele perfil. Os homens também se interessaram; os mais velhos, ainda mais. Mantivemos o foco, mas com uma estratégia importante: não falamos da mulher apenas; mas para ela. Há uma diferença gritante nisso, embora seja de sutil percepção. Não apontamos a seta para a figura feminina, mas para a direção do olhar dela. Assim, abrimos o leque. Podemos falar sobre tudo o que é de seu vasto universo de interesses. Nesse processo, envolvemos as famílias e os mais diversos públicos.

Saúde, sexo, comportamento, relacionamento, educação, moda, trivialidades, viagens, superação, emoção, bichos, beleza, design, culinária, personalidades e tendências da cidade. Vislumbramos o mundo, mas sem jamais perdermos a raiz no local, na cidade. Há uma década, falamos de tudo isso e muito mais. A cada domingo, a capa é uma surpresa. Mais leve, mais útil, às vezes; noutras, debates mais profundos e necessários. Agradamos e, às vezes, desagradamos. Faz parte. Muitas vezes, transgredir traz gratas surpresas. Também as críticas negativas que tivemos ao longo de todos esses anos só nos fizeram crescer.

Ouvimos nossos leitores com atenção e respeito. Dessa interação e da certeza de que a Revista permanece muito atraente, é que ela completa 10 anos praticamente como veio ao mundo. Foram pouquíssimas mudanças. Elas virão, certamente, pois são necessárias. Mas nunca tivemos pressa em mexer no que dá certo. Não por covardia, mas por respeito ao produto e à sua história.

A Revista é o suplemento mais consolidado do Correio. Mais do que isso, é colecionado, admirado, compartilhado, guardado. É com alegria que dividimos esse sucesso hoje com os leitores, parceiros, colaboradores e anunciantes. Graças a vocês, completamos uma década. Que venham os próximos 10 anos.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação