Curtas

Curtas

postado em 18/05/2015 00:00
 (foto: Claudio Reis/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Claudio Reis/Esp. CB/D.A Press)



; LEI DO SILÊNCIO
protesto na 206 Sul
Pouco mais de 200 pessoas se reuniram na tarde de ontem na área verde próxima a 206 Sul para evento que questiona o fechamento de diversos espaços culturais privados por causa da lei do silêncio. Empresários e artistas reclamam que a legislação tem prejudicado as duas áreas. O local foi escolhido por ser onde a mãe do governador Rodrigo Rollemberg mora. Foi lá, por exemplo, que ele comemorou a vitória nas eleições. Fernanda Pacini, uma das organizadoras do evento, explica que a cultura em Brasília, de diferentes formas, tem sido prejudicada. ;Vários projetos do Fundo de Apoio à Cultura estão sem receber e, agora, como se não bastasse espaços culturais públicos, como o Teatro Nacional, a Biblioteca Demonstrativa e o Espaço Cultural Renato Russo, estarem fechados, espaços privados também estão sendo impedidos de funcionar por causa da lei do silêncio;, exemplifica Fernanda. Os organizadores do evento questionam como é feita a medição do volume do som de alguns estabelecimentos e acredita que alguns fechamentos, como o do Balaio, teriam motivação homofóbica.


; TERÇA DA INOVAÇÃO
IMPRESSÃO 3D É o TEMA
Amanhã é dia de mais uma Terça da Inovação. Este mês, o tema de discussão é manufatura aditiva e impressão 3D ;; as tecnologias permitiram baratear a produção de moldes e peças de fábricas e máquinas. Hoje, até turbinas de avião já possuem peças produzidas por manufatura aditiva. A versão menor é a impressora 3D, em que pessoas comuns imprimem objetos plásticos dentro de casa. O evento gratuito terá palestras explicativas, apresentação de casos de uso, sessão de perguntas e respostas e oportunidade de networking. Quem participar terá oportunidade de assistir a palestras do dr. Eduardo de Sensi Zancul, da Escola Politécnica da USP, de Guilherme Vargas Garcia, da Brasília Fab Lab, e de Murilo Torres, designer industrial e cofundador da empresa de prototipagem Protomark. A Terça da Inovação é realizada pelo Instituto Illuminante, com apoio do Correio Braziliense, e ocorre das 19h às 21h30, no auditório da Câmara Legislativa do Distrito Federal. Interessados devem imprimir os ingressos no site http:/www.eventick.com.br/terca-da-inovacao-impressao-3d.


; ASA SUL
discussão e facadas
Duas mulheres ficaram feridas após trocarem facadas na Asa Sul, na manhã de ontem. De acordo com a Polícia Militar, a dupla teria iniciado uma discussão no Setor de Embaixadas. Uma delas teve o dedo decepado após o ataque com faca. A outra foi atingida na cabeça. A dupla foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao Hospital de Base do Distrito Federal. O caso ocorreu por volta das 8h, na 814 Sul, perto da Embaixada da China. De acordo com a polícia, as duas eram moradoras de rua e apresentavam sinais de embriaguez. As mulheres não souberam dizer o que teria motivado a discussão que acabou em facadas. Uma das mulheres não conseguiu ter o dedo reimplantado. O estado de saúde delas é estável. As mulheres foram autuadas em flagrante por tentativa de homicídio. A PM registrou o caso na 1; D.P (Asa Sul).


; RIACHO FUNDO
tentativa de suborno
Um homem de 32 anos foi preso no fim da tarde de sábado após tentar subornar policiais militares no Riacho Fundo I. Segundo informações da corporação, Mário Rocha da Silva Neto estava com um mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas. Para tentar escapar da cadeia, ele chegou a oferecer R$ 3 mil a três agentes de segurança. O caso ocorreu por volta das 17h30. Uma equipe da Polícia Militar fazia uma blitz, próximo à Quadra QN 7. Os militares abordaram o homem que conduzia um Ford Fusion prata. Na revista, eles encontraram porções de maconha e cocaína. O criminoso informou um nome incorreto e nenhum documento foi verificado. Devido à falta de informações, o homem foi conduzido até a 27; Delegacia de Polícia (Recanto das Emas). Durante o percurso até a unidade policial, Mário Neto confessou ser foragido da Justiça, com um mandado de pena de 5 anos por tráfico de drogas. Ele pegou R$ 3 mil em espécie e ofereceu para os três policiais que estavam no carro da corporação. O sargento que estava no banco traseiro com criminoso decretou prisão por corrupção ativa. O homem ainda tentou fugir, mas acabou capturado.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação