Empate e autocrítica

Empate e autocrítica

postado em 18/05/2015 00:00
 (foto: Luiz Henrique/Flickr Fiqueirense)
(foto: Luiz Henrique/Flickr Fiqueirense)


Na segunda partida no domingo de manhã deste Campeonato Brasileiro, Figueirense e Vasco ficaram no empate por 0 x 0, ontem, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Com o resultado, as duas equipes seguem sem vencer na Série A. Os cruz-maltinos chegaram à segunda igualdade, enquanto os catarinenses marcaram o primeiro ponto na competição.

Após um primeiro tempo muito movimentado, com boas chances de gol para as duas equipes, o confronto não manteve o ritmo na etapa final. O Figueirense ainda foi melhor, mas não conseguiu converter nenhuma das oportunidades. O Vasco foi superior no primeiro tempo, mas parou nas boas defesas do goleiro Alex.

Na próxima rodada, o Vasco terá pela frente o Internacional, em São Januário, no sábado. No mesmo dia, o Figueirense vai até Porto Alegre para enfrentar o Grêmio.

Apesar das boas chances criadas, o atacante Gilberto reconhece a necessidade de melhoras no setor ofensivo. ;Precisamos melhorar nossa performance ofensiva. Não estamos bem, tanto nós atacantes quanto as jogadas feitas. Está faltando o gol, sei reconhecer isso e não estou feliz;, disse.

Já Rafael Silva preferiu criticar apenas sua performance em campo. O herói do título do Campeonato Carioca afirmou que precisa melhorar na finalização, pois o Vasco teve oportunidade de sair de campo com a vitória. ;Eu tenho minha autocrítica. Está faltando mais da gente, sim. O Vasco está criando as chances, mas não estamos aproveitando durante os jogos. Treinamos muito, não falta isso. Temos que melhorar na finalização mesmo;, declarou.

0 Figueirense
Alex Muralha, Leandro Silva, Marquinhos, Thiago Heleno e Roberto Cereceda; Paulo Roberto, Fabinho, Marquinhos Pedroso e Yago (Mazola); Clayton (Dudu) e Everaldo (Marcão)
Técnico: Argel Fucks

0 Vasco
Martín Silva, Madson, Luan, Rodrigo e Christianno; Guiñazu, Serginho (Lucas), Júlio dos Santos (Jhon Cley) e Dagoberto; Rafael Silva (Bernardo) e Gilberto
Técnico: Doriva

Cartões amarelos: Thiago Heleno, Leandro Silva, Serginho, Gilberto, Dagoberto, Martín Silva, Guiñazu e Rafael Silva
Renda: R$ 301.650
Público: 11.004 pagantes
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)





Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação