Geuvânio rouba a cena

Geuvânio rouba a cena

Na partida de número 250 do ídolo Robinho com a camisa do Santos, jovem atacante santista é quem brilha na vitória sobre o Cruzeiro. Atletas lamentam chances perdidas

postado em 18/05/2015 00:00
 (foto: Ricardo Saibun/AGIF)
(foto: Ricardo Saibun/AGIF)





Em mais um duelo entre o Peixe e a Raposa, o Santos levou a melhor sobre o Cruzeiro. A vitória alvinegra por 1 x 0, conquistada ontem, na Vila Belmiro, é a primeira da equipe de Marcelo Fernandes na atual edição do Campeonato Brasileiro.

O golaço do triunfo santista foi marcado por Geuvânio, aos 44 minutos do primeiro tempo. Com o resultado, o Santos soma quatro pontos na tabela do Brasileirão. No confronto, Robinho alcançou a marca de 250 jogos com a camisa do Santos. Do outro lado, o Cruzeiro atuou desfalcado de Leandro Damião, impedido de enfrentar o ex-clube por questões contratuais ; o atacante ainda tem vínculo com o Alvinegro Praiano e está emprestado aos mineiros.

;Podemos dizer que, hoje (ontem), recuperamos parte do que deixamos contra o Avaí. Então, estamos todos de parabéns pela bela partida que fizemos contra a grande equipe que é o Cruzeiro. Agora é pensar no próximo jogo, contra o Sport, pela Copa do Brasil;, declarou Ricardo Oliveira, que negou a frustração por não ter conseguido balançar a rede.

;A gente sempre quer marcar, é claro. Mas o coletivo está acima do individual, como eu sempre digo. Fizemos uma grande apresentação, criamos muitas chances e vencemos. Isso me deixa muito feliz, porque o coletivo se sobressaiu. Acho que estamos demonstrando a nossa força, com empenho, intensidade e entrega. Passo a passo, vamos brigar por cada ponto;, avaliou o centroavante.

Responsável pela festa que antecedeu o apito inicial, Robinho completou 250 jogos com a camisa do Santos. Durante a semana, o ídolo alvinegro havia pedido por um gol na partida comemorativa, mas a afobação impediu que a bola balançasse a rede. Ao contrário dos colegas de time, o veterano foi sucinto nas declarações. ;A vitória é importante, todo mundo feliz com o resultado;, disse, brevemente.

No Cruzeiro, restou lamentação. ;Não era esse o começo que a gente queria, mas vamos continuar lutando pela primeira vitória já na próxima rodada, contra a Ponte Preta. É ruim começar assim, até porque, no segundo turno, as equipes já estarão mais entrosadas;, disse o goleiro Fábio.


1 Santos
Vladimir; Victor Ferraz, Werley, David Braz e Chiquinho; Lucas Otávio (Thiago Maia), Renato e Lucas Lima; Geuvânio (Gabigol), Ricardo Oliveira e Robinho (Elano)
Técnico: Marcelo Fernandes

0 Cruzeiro
Fábio; Willian Farias (Eurico), Manoel, Bruno Rodrigo e Fabrício; Willians, Henrique, De Arrascaeta (Gabriel Xavier), Marquinhos e Willian; Henrique Dourado (Joel)
Técnico: Marcelo Oliveira

GOL: Geuvânio, aos 44 minutos do primeiro tempo
Cartões amarelos: Chiquinho, Willians, Fabrício e Willian
Público: 7.246
Renda: R$ 250.060
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (RJ)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação