Falta Roland Garros

Falta Roland Garros

postado em 18/05/2015 00:00
 (foto: Gabriel Bouys/AFP)
(foto: Gabriel Bouys/AFP)

A uma semana da disputa de Roland Garros, o tenista número 1 do mundo, Novak Djokovic, conquistou pela quarta vez o Masters 1000 de Roma. O sérvio levantou o troféu ao derrotar na final o suíço Roger Federer (n; 2) por 2 sets a 0, parciais de 6-4, 6-3.

Djokovic faturou o 24; título de Masters 1000, ficando a três do recorde do espanhol Rafael Nadal, e segue em grande fase em 2015, com triunfos no Aberto da Au
strália, em Indian Wells, em Miami e em Monte Carlo.

Em Roma, o sérvio demorou para engrenar, vencendo as três primeiras partidas em três sets, mas mostrou toda sua superioridade a partir das semifinais, nas quais derrotou com facilidade o espanhol David Ferrer, antes de passar na final por Federer.

Com a vitória, Djokovic chega como grande favorito a Roland Garros, único Grand Slam que ainda não conquistou e no qual o espanhol Rafael Nadal, nove vezes campeão, não será um dos quatro primeiros cabeças de chave.

Nadal chegará pela primeira vez a Roland Garros sem ter conquistado um torneio no saibro. Em Roma, o espanhol foi superado pelo suíço Stan Wawrinka nas quartas de final. Já Federer acabou derrotado na final na Itália pela quarta vez e perdeu a oportunidade de conquistar um dos poucos torneios que ainda não tem.

Sharapova
Na chave feminina, a russa Maria Sharapova, número 3 do mundo, precisou virar a partida contra a espanhola Carla Suárez para ficar com o título, com parciais de 4-6, 7-5, 6-1. A tenista já havia vencido no Foro Itálico em 2011 e em 2012. Ela reencontra seu melhor tênis no saibro perto da disputa Roland Garros, Grand Slam que conquistou em 2012 e no ano passado.

Sharapova, dona de 35 títulos, conquistou o segundo troféu do ano, depois da vitória em Brisbane, na Austrália, em janeiro. Após a partida, a russa elogiou Suárez (n; 12), derrotada na terceira final que disputou na atual temporada, depois de Antuérpia e Miami.

"Vou seguir assim, sempre que der, e espero que isso me leve longe em Roland Garros, que
tem sido uma prioridade na minha carreira"
Djokovic,
que soma 22 vitórias
seguidas na temporada


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação