13 assaltos em 15h

13 assaltos em 15h

Trio é acusado, ainda, de fazer dois reféns durante os roubos cometidos entre a noite de domingo e a madrugada de segunda-feira. Todas as ações foram violentas

» NATHÁLIA CARDIM
postado em 10/06/2015 00:00
 (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)


Um jovem de 22 anos e um adolescente de 16 foram detidos como acusados de cometer uma série de assaltos a pedestres em Ceilândia e manter dois reféns no porta-malas de dois carros, entre a noite de domingo e a madrugada de segunda-feira. Uma das vítimas ficou mais de quatro horas trancada no veículo. A polícia localizou William de Teixeira Jesus e o menor de 18 anos depois de as vítimas fazerem um retrato falado deles. Um terceiro envolvido, também adolescente, está foragido.

Segundo a Polícia Civil, o trio cometeu, em um intervalo de 15 horas, 13 assaltos nos setores habitacionais Sol Nascente e Pôr do Sol e em Ceilândia Norte. Eles praticaram os crimes armados com um revólver calibre 38. O delegado-chefe da 19; Delegacia de Polícia (P Norte), Fernando Fernandes, explicou que os ataques começaram às 18h de domingo. ;Eles se aproximavam das vítimas e ameaçavam atirar, caso elas não entregassem os pertences. Em dois roubos, eles se apropriaram dos veículos com o intuito de realizar outros assaltos;, detalhou.

Os reféns eram donos de carros levados pelos suspeitos em ações distintas. Um homem de 31 anos informou à polícia que passava em frente à Fundação Bradesco, na Avenida Hélio Prates, em Ceilândia, quando foi abordado pelos criminosos. Segundo a corporação, a primeira vítima permaneceu mais de quatro horas no compartimento do veículo. Por causa disso, ela escutou os bandidos agirem em, pelo menos, sete assaltos. Em um dos roubos, ele ouviu um disparo. O veículo foi abandonado, com a vítima, no Sol Nascente, por volta das 4h30. Segundo o delegado, o homem disse que viveu ;momentos de terror;.

Chutes e tapas

O segundo refém permaneceu 30 minutos no porta-malas. Em seguida, o carro foi abandonado na mesma região. Ambos os homens precisaram gritar e bater nos carros para chamar a atenção de moradores do bairro. ;Em todas as abordagens, o trio agia com extrema violência. As vítimas disseram que sofreram agressões. Elas receberam chutes, tapas, mesmo sem reagir;, explicou o delegado Fernando.

William tem várias passagens pela polícia. Desde os 13 anos, ele se envolve em crimes como roubo, furto e apropriação indébita. O jovem foi autuado por roubo triplamente qualificado e corrupção de menores e encaminhado à carceragem do Departamento de Polícia Especializada (DPE). O adolescente responderá por atos infracionais análogos a roubo. Os carros e os objetos pessoais das vítimas foram recuperados.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação