Caipiras do país inteiro

Caipiras do país inteiro

Elas são tradicionais e fazem parte do folclore dos estados do Nordeste. Com o passar dos anos, tornaram-se habituais no Sudeste brasileiro. O ritmo animado do forró e a diversão inocente das quadrilhas contagiam a todos

postado em 10/06/2015 00:00
 (foto: Juliano Alvarenga/CB/D.A Press)
(foto: Juliano Alvarenga/CB/D.A Press)

As comemorações nos dias dos santos João, Pedro e Antônio são as mais importantes e se esparalharam por outras regiões do Brasil, onde a presença do povo nordestino é muito forte. Além de ultrapassarem as fronteiras geográficas, as festas avançaram nos meses de julho e até em agosto. Cincidem com o período de frio nos estados abaixo do Nordeste. O clima fica ideal para curtir fogueiras, chocolates quentes, quentões e comidas típicas.

Quem não pode ir para cidades como Campina Grande (PB), Caruaru (PE) ou Mossoró (RN) ; onde ocorrem as maiores festas juninas do país ; consegue aproveitar o melhor dos arraiais em outras cidades como São Paulo e Belo Horizonte.

Na capital mineira, uma das maiores festas juninas do país é o Arraial de Belô. O evento, criado em 1979 pela prefeitura, reúne duas competições de quadrilha ; Concurso Municipal (com quadrilhas da cidade) e o Festival Estadual de Quadrilhas (com grupos de todo o estado). A partir da década de 1980, como um simples evento de forró, a festa a evoluiu sob a coordenação da Secretaria Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Belotur) deixando de ser apenas uma grande e tradicional comemoração para se tornar um processo pedagógico e de identidade cultural da cidade.

De acordo com a Belotur, quem for ao Arraial árticipará de um processo de valorização das raízes culturais mineiras com apresentações de agentes simbólicos da arte, cultura e tradições do estado. A cada ano ele ocorre em datas diferentes. Esta edição será entre 3 e 12 de julho. Além das datas, locais diferentes são escolhidos para abrigar o evento ; o de 2015 será na Via 240 e na Praça da Estação. A programação desse ano conta com Blitz Juninas ; realizadas em vários locais da cidade como forma de divulgar o Arraial de Belô.

Além da valorização da cultura mineira, o objetivo do Arraial , segundo a secretaria de turismo, é reafirmar a importância das tradições populares brasileiras, por meio das apresentações das quadrilhas, da gastronomia típica caipira e da música. Outro resgate feito pela festa, são as bandeirolas que a enfeitam. Mais que decorativas, as bandeiras mantêm uam tradição religiosa. Os três santos homenageados nas festas juninas ; São João, São Pedro e Santo Antônio ; têm suas imagens coladas nas alegorias e imersas em água, momento conhecido como a Lavagem dos Santos. Para os crédulos, quem se molha com a água respingada pelas bandeiras é purificado.

Por ser uma das maiores festas do gênero no Brasil, o Arraial de Belô deve atrair cerca de 70 mil pessoas na edição deste ano. Em 2014, mesmo com a Copa do Mundo, 45 mil espectadores passaram pelo evento. A Belotur, responsável pela organização, afirma que o público é formado por pessoas de todas as regiões de Belo Horizonte, de cidades mineiras e de outros estados.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação