Seu rosto brilha em reza, em faca e flor

Seu rosto brilha em reza, em faca e flor

postado em 14/06/2015 00:00
 (foto: Euler Junior/EM/D.A Press)
(foto: Euler Junior/EM/D.A Press)

A potência inconfundível da voz de Milton Nascimento se fez calma na tarde em que ele se despediu de seu principal parceiro musical. Ao chegar para o adeus a Fernando Brant, um dos maiores intérpretes da música popular brasileira estava visivelmente abatido. Milton chegou ao Palácio das Artes, no Centro de Belo Horizonte, por volta das 13h30 de ontem e se manteve em silêncio. Cercado por repórteres, sinalizou que não falaria antes de se aproximar do corpo do amigo. Naquele momento, os versos escritos por Brant em Sentinela poderiam bem traduzir a despedida: ;Morte, vela, sentinela sou do corpo desse meu irmão que já se vai. Revejo nessa hora tudo o que ocorreu. Memória não morrerá .;

;Guardo lembrança do Fernando de toda a minha vida. Não é só um pouquinho aqui ou um pouquinho ali. Ele faz parte da coisa mais séria da minha vida, que eu aprendi com meus pais: a amizade. Desde que a gente se conheceu, foi sempre uma coisa muito forte. Cada coisa que acontecia nas nossas vidas, a gente compartilhava. Minha vida não teria sido tão linda se não fosse esse tipo de amizade que surgiu, não só do Fernando, como de outros amigos de Belo Horizonte.;

Milton lembrou que Brant não aceitou de imediato o pedido para a primeira parceria entre eles, Travessia, que ficou em segundo lugar no Festival Internacional da Canção Popular em 1967. ;A gente era tão amigo que fui pra São Paulo e estava compondo numa tarde três musicas: Pai Grande, Morro Velho e mais uma que falei ;essa não vou fazer a letra;. Fiquei pensando: ;tem um amigo meu em BH que quero que faça esta letra;. Vim para BH e falei com Fernando: você tem que fazer uma letra para uma música minha. Ele falou: Você está louco? Passados meses, ele fez uma das coisas mais importantes das nossas vidas, que foi Travessia.; (MMC)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação