55 anos de Brasília

55 anos de Brasília

postado em 14/06/2015 00:00
 (foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)

Visitada por mais de 300 mil pessoas ao redor do mundo, a exposição Brasília 55 anos ; da utopia à capital está finalizando a temporada no Distrito Federal. A mostra está na Galeria Athos Bulcão, anexa ao Teatro Nacional, até amanhã, quando haverá um coquetel de encerramento. Na ocasião, está previsto, ainda, o lançamento do livro que leva o nome da mostra e, assim como a exposição, conta a história de Brasília. Serão doados 200 exemplares para a Secretaria de Educação, com o objetivo de levar a obra para as bibliotecas de diversas escolas públicas do DF. Além disso, serão homenageados Ana Dubeux e Evaristo de Oliveira, respectivamente, diretora de Redação e vice-presidente executivo do Correio Braziliense, em razão do apoio fornecido pelo jornal no decorrer da mostra. Em 16 de junho, terça-feira, a Câmara Legislativa prestará homenagem póstuma a Mário Fontenelle, fotógrafo oficial do governo JK, que tem obras expostas na exposição.

Entre as personalidades históricas homenageadas estão Juscelino Kubitschek, o paisagista Burle Marx, o urbanista Lucio Costa e o arquiteto Oscar Niemeyer. Para a exibição na capital federal, foram convidados dois artistas com obras desenvolvidas especialmente para compor o acervo da exposição. O paulista Alex Flamming apresenta a obra Catedral. Os três registros fotográficos do monumento trazem intervenções de cor e diferentes elementos gráficos. A artista Naura Timm desenvolveu uma instalação cujo nome é As cabeças que se enrolam no Congresso e os signos mágicos de identidades perdidas. A peça conta com máscaras coloridas, representando as pessoas que passam diariamente pelo centro de Brasília (foto).






Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação