Um ilustre instrumento

Um ilustre instrumento

postado em 14/06/2015 00:00
 (foto: Leonardo Carvalho/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Leonardo Carvalho/Esp. CB/D.A Press)



Com uma diversidade sonora marcada pelo contraste entre tons graves e agudos, o piano é um instrumento apreciado e apropriado com abordagens distintas por diferentes culturas. O instrumento foi criado pelo italiano Bartolomeo Cristofori, que, em 1709, inventou o piano e revolucionou a dinâmica sonora com a alternação na intensidade dos sons. Para contar a história deste ilustre instrumento, o afinador Rogério Resende, 60 anos, adaptou uma carreta de 9,5 metros de comprimento e montou o Museu Itinerante do Piano, com 90m;, que estará exposto no estacionamento 10 do Parque da Cidade, hoje, a partir das 18h.

Depois de tocar nas noites de Brasília, Rogério Resende vivenciou a dificuldade de encontrar profissionais técnicos em afinação, e decidiu encarar a realidade e se transformou em um profissional da área, que hoje completa 32 anos de carreira: ;Achei interessante, importante e me apaixonei pelo trabalho, acabei me interessando mais pelo que tinha dentro do piano do que em tocar;. Disposto a continuar na luta à procura de mais especialistas, Resende estimula os jovens a apreciar a arte por meio de visitas ao Museu Itinerante do Piano, onde apresenta 15 pianos de diferentes datas, sendo o mais antigo de 1850.

A história da música mundial só existe graças a Bartolomeo Cristofori, cujo aniversário de 360 anos é celebrado em 2015. Resende, o grupo Toy Ensebe, e os músicos Joel Bello Soares, Tekokatu Enitan, Pablo Marquine, Jed Barahal, Christina Margotto e Renata Vasconcellos comemoram a data ao som de músicas clássicas no Parque da Cidade. Um palco de 30m; aclopado à carreta de exposição completa o ambiente ao ar livre, onde crianças e adultos poderão curtir a sonoridade da arte e explorar o conhecimento histórico.

Tom português
Durante o evento, o público poderá apreciar o espetáculo Como nasceram as estrelas ; Tocado, falado e riscado, inspirado na obra de Clarice Lispector e constituído por músicas, teatro, literatura e desenho. O ator Antônio Durães vai conduzir as histórias da noite com um toque genuinamente português, enquanto o ilustrador Paulo Patrício complementará a apresentação com efeitos visuais.

Já dentro da carreta de exposição, raridades finalmente restauradas prometem chamar a atenção para um caráter pedagógico e sóciocultural, que reflete o desejo do afinador de contribuir para a cultura da cidade: ;O projeto surgiu com o desejo de retornar para a cidade, em forma de cultura, tudo que ela ofereceu;.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação