Com Tim Maia na voz

Com Tim Maia na voz

Criolo e Ivete Sangalo interpretarão 19 canções do Síndico: releituras em busca de uma sonoridade atualizada

Irlam Rocha Lima
postado em 14/06/2015 00:00



Um encontro inusitado, que vem recebendo acolhida calorosa, é o protagonizado por Ivete Sangalo e Criolo, no projeto Nívia Viva Tim Maia. Depois se estrear no Rio de Janeiro, no fim de março, e passar por Porto Alegre e Recife, o espetáculo chega hoje a Brasilia para apresentação, às 17h, na Praça das Fontes do Parque da Cidade.

Além do legado do Síndico, o atrativo do show é a parceria inédita ; desde já, histórica ; entre a cantora baiana, reluzente estrela do showbiz nacional, e o rapper paulistano, a maior revelação da MPB desta década. Em cena, eles vão passear pelo extenso legado do cantor e compositor carioca, representado no roteiro por 28 músicas, lançadas entre 1969 e 1986.

O Viva Tim Maia tem direção geral de Monique Gardenberg e direção musical do maestro Daniel Ganjaman. Acompanhados por orquestra integrada por 14 instrumentistas, Ivete tem presença maior no palco, ao interpretar 12 canções; enquanto Criolo canta sete. Eles juntam as vozes em outras nove. A maioria é de clássicos, como Não quero dinheiro, Chocolate, Do Leme ao Pontal, Me dê motivo, O descobridor dos sete mares e Você e eu, eu e você.

Mas há, também, as lado B, recolhidas do baú de Tim, entre as quais, Lamento, Telefone e Zapatta, além de Bom senso, da fase Racional. Todas ganharam arranjos, que prestam tributo à orquestração da Vitória Régia, a banda que acompanhava o genial soulman brasileiro. ;Como se trata de releitura de canções do Tim, busquei uma sonoridade mais atual, mas que respeitasse as características dos arranjos originais, criados por ele e pela Vitória Régia;, explica Ganjaman.

Criolo considerou ;uma boa surpresa; o convite da produção do projeto, para dividir o palco com Ivete. ;O Tim é uma das grandes vozes da música brasileira. Costumava ouvi-lo m bailes no colégio e em festas na rua. Tem sido uma honra poder cantar músicas importantes da obra dele, como Primavera;, afirma. ;Estar ao lado de Ivete Sangalo no palco, é uma experiência muito interessante. O entrosamento entre nós vem sendo construído durante a turnê, de forma natural;, acrescenta.

Para ele, a música de Tim Maia tem levado multidões a assisti-los. ;É uma felicidade muito grande ser recebido por tanta gente, disposta a nos ouvir e a se emocionar com esse repertório. O povo brasileiro é muito carinhoso com os seus artistas. Em Brasília, sempre tive ótima acolhida do público, e voltar a me apresentar na capital, vai ser uma grande satisfação;, conclui.

Nívia Viva Tim Maia
Show de Ivete Sangalo e Criolo, acompanhados por orquestra, sob a batuta do maestro Daniel Ganjaman hoje 17h, na Praça das Fontes, no Parque da Cidade. Entrada franca.



Entrevista/ Ivete Sangalo


Que conhecimento você tinha do trabalho do Criolo, antes de ser convidada para dividir o palco com ele neste projeto?
Eu o conheci através do disco dele, o Nó na orelha. Depois que ouvi esse disco fui buscar mais sobre ele.

A interação entre vocês, nos ensaios, ocorreu de forma natural?
Nós fomos nos conhecendo devagar e, aos poucos, nos sentimos confortáveis um com outro.

Em cena, seu estilo descontraído casou bem com o jeito quase zen do Criolo?
Eu adoro estar com ele no palco, ali mantemos uma conexão maravilhosa. Isso é o mais importante!

Como tem sido interpretar a obra de Tim Maia, representante icônico do soul brasileiro?
Tem sido maravilhoso. Poder interpretá-lo é uma grande oportunidade. Eu já cantava o Tim porque sempre fui fã do trabalho dele.

Vocês participaram da escolha do repertório?
Sim! Cada um colocou as suas predileções e o resultado foi incrível.

Fazer shows para multidões não é novidade para você. Mas como é cantar para grandes plateias que assistem a sua apresentação gratuitamente?
O astral do público e a conexão que tenho com ele independe do show ser ou não gratuito. Cantar e me conectar com eles através de canções que adoramos é o grande barato.

Há dois anos você não faz show em Brasília; Que expectativa faz para esse reencontro com os fãs da capital?
Brasília é um lugar que eu adoro, tenho as melhores memórias dos shows que faço aí. Não vejo a hora de encontrar com os meus fãs e repetir a dose dessas emoções.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação