Hora do impulso

Hora do impulso

Santos e Corinthians fazem clássico na Vila Belmiro em busca de estabilidade durante difícil momento extracampo. No decorrer da semana, negociações e lesões protagonizaram o dia a dia dos rivais paulistas

postado em 20/06/2015 00:00
 (foto: Ricardo Taves/Ag. Corinthians)
(foto: Ricardo Taves/Ag. Corinthians)

O clássico marcado para logo mais, na Vila Belmiro, é visto pelos rivais alvinegros como uma boa oportunidade de ganhar impulso no Campeonato Brasileiro. Santos e Corinthians buscam se apegar a alguma estabilidade em um momento complicado da temporada. O duelo da oitava rodada está marcado para as 16h30.

O time da capital vem de duas vitórias e está no grupo dos quatro primeiros colocados, a três pontos do líder, mas o tom não é de empolgação. Com direitos de imagem atrasados e um desmanche em andamento, as frases mais comuns são na linha de ;juntar os cacos;, como colocou Renato Augusto.

;A gente atravessa um momento complicado, de turbulência, oscilando bastante. Acho que a vitória em um clássico nos deixaria com uma sequência maior para a sequência dos jogos. Reconstrução é sempre difícil, e vencer o clássico nos daria tranquilidade;, afirmou o meia.

Renato Augusto terá em seu setor do campo a companhia de Petros, que negocia transferência para o Betis, recém-promovido para a primeira divisão do Campeonato Espanhol, mas foi confirmado por Tite na escalação. Já o lateral-esquerdo Fábio Santos, a caminho do mexicano Cruz Azul, dá lugar a Uendel. No ataque, decisivo no triunfo sobre o Internacional, Vagner Love ganhou a vaga de Ángel Romero.

Baixas
Assim como o Corinthians tem Elias na Seleção Brasileiro e outras baixas no meio-campo devido a lesões ; Cristian e Bruno Henrique ;, o Santos coleciona problemas. O maior deles é a falta que fará Lucas Lima, suspenso por acúmulo de cartões amarelos e, além disso, de saída do clube. Robinho, outro a serviço do Brasil na Copa América, também está fora.

;Estamos sem Robinho, Renato, Alison, Chiquinho, Cicinho... No último jogo, usamos nove jogadores da base. Isso é trabalho de grupo, não é para qualquer clube, e deixa o psicológico o melhor possível. Estamos com gana, raiva dessa situação. Os jogadores estão incomodados;, afirmou o técnico Marcelo Fernandes, pressionado no cargo. Punido ontem pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), ele não poderá se sentar no banco de reservas durante o clássico.

Para tentar deixar a zona de rebaixamento ; o Peixe ocupa o 17; lugar e vem de seis partidas seguidas sem vencer ;, Fernandes confirmou a entrada de Marquinhos Gabriel no lugar de Lucas Lima. Rafael Longuine deve entrar como volante na vaga do lesionado Renato, e David Braz tem boa chance de retornar à zaga.




SANTOS X CORINTHIANS

16h30

Vila Belmiro
Santos (SP)

Transmissão
Pay-per-view

Campeonato Brasileiro
8; rodada

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)

SANTOS
Vladimir; Daniel Guedes, Werley, David Braz e Victor Ferraz; Lucas Otávio, Rafael Longuine e Marquinhos Gabriel; Geuvânio, Gabriel e Ricardo Oliveira
Técnico: Marcelo Fernandes

CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Edu Dracena, Gil e Uendel; Ralf; Petros, Jadson, Renato Augusto, Jadson e Mendoza; Vagner Love
Técnico: Tite


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação