Partido lúcido

Partido lúcido

Paulo Silva Pinto paulosilvapinto.df@dabr.com.br
postado em 27/06/2015 00:00
São tantas as siglas no Brasil, que haveria espaço para mais uma: o Partido da Lucidez. Ou, quem sabe, o da Responsabilidade. Você que lê deve estar contraindo a boca, esboçando um sorriso. Só pode ser brincadeira. Em vez de engraçado, é triste que seja assim. Nenhuma organização política ou estatal se preocupa com a responsabilidade fiscal. Há, certamente, pessoas bem-intencionadas, que se dedicam de modo voluntário ou profissional ao assunto.

O problema é que não está no âmago de nenhum partido ou órgão defender tal princípio como algo basilar, que anteceda todas as outras coisas, incluindo o corporativismo. Mais um capítulo dessa história se escreveu nesta semana na Câmara dos Deputados, com a aprovação da regra que reajusta o salário dos aposentados acima da inflação.

A importância de elevar a renda dos mais velhos é inequívoca. Disso a dizer que a mudança é justa vai um longo caminho. O problema é que os recursos não são elásticos. Quando se apropria de mais dinheiro de um bolo para algo, é preciso decidir de onde virá. Mesmo que não se diga, alguém perderá ;possivelmente os mais fracos, que não têm voz.

Quem está no poder tem, em geral, um pouco mais de juízo no que tange à responsabilidade fiscal. Mas só um pouco. Não se trata de um valor em si: é apenas instinto de sobrevivência. Todo partido que manda é conservador. Se os gastos crescerem de forma descontrolada, não será possível fazer nada.

Governar inclui realizar. Mas só depois de atender aos próprios interesses, como disse um ex-presidente sobre o partido dele, e também aos dos aliados, que não estão ali de graça. Por isso, governar, na verdade, é coordenar o butim. É impossível fazer isso de modo responsável. Certamente há esperança, com mais educação, mais pessoas na classe média. Mas ninguém espere o Brasil da responsabilidade para logo.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação