A caminho de Cuiabá?

A caminho de Cuiabá?

Acabou a turnê pelo país: CBF terá de escolher apenas duas sedes fixas para as Eliminatórias da Copa do Mundo, por determinação da Conmebol. Levantamento do Correio mostra que só em Mato Grosso o Brasil tem 100% de aproveitamento

Braitner Moreira
postado em 30/06/2015 00:00
 (foto: Juan Barreto/AFP - 12/6/14)
(foto: Juan Barreto/AFP - 12/6/14)


Uma nova exigência da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) fará com que a Seleção Brasileira pareça ainda mais ausente para boa parte da população. Isso porque o time de Dunga estará impedido de fazer a tradicional ;peregrinação; pelo país durante as Eliminatórias para a próxima Copa do Mundo, em 2018: a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) terá de escolher apenas duas sedes fixas para as nove partidas que fará em casa, a partir de 5 de outubro.

Se dependesse só do retrospecto da equipe em cada cidade que jogou, haveria um claro favorito para receber o Brasil. Levantamento do Correio com as cidades nas quais a Seleção atuou ao menos três vezes mostra que, em apenas uma delas, o aproveitamento é de 100%. Em Cuiabá, capital de Mato Grosso, são quatro vitórias em quatro partidas. Com a construção da Arena Pantanal, então, quem sabe o time de Dunga encontre por lá um porto seguro?

A bem da verdade, porém, a primeira escolha da CBF é óbvia: o Rio de Janeiro, sede da entidade e a menos de 100km da Granja Comary, o centro de treinamentos da Seleção. A cidade conta com dois estádios capazes de receber ao menos 30 mil torcedores. Além disso, o Rio não recebeu nenhum jogo da Seleção na Copa do Mundo. Pela profusão de opções, São Paulo também poderia entrar na conta, com Allianz Parque, Arena Corinthians, Morumbi e até o Pacaembu. Nas duas favoritas ; que também são as cidades que mais receberam a Seleção ;, a média de pontos do Brasil é inferior à marca nacional. O time principal jogou 331 vezes em solo verde-amarelo, com 78,9% de aproveitamento. Nas 139 partidas disputadas no Rio, só chegou a 77,7%. Nas 56 de São Paulo, parou em 75%.

O pior aproveitamento da Seleção Brasileira está em Belo Horizonte, justamente o palco do histórico 7 x 1 diante da Alemanha. Na capital mineira, perdeu duas, empatou cinco e ganhou 13: 73,3%. No Nordeste, onde a equipe costuma ter apoio incondicional, há só uma derrota no currículo, por 1 x 0, num amistoso com o Paraguai logo após a conquista do Mundial de 2002. Foram 41 partidas na história.

Estratégia

A Seleção fará quatro jogos das Eliminatórias Sul-Americanas neste ano: em 9 e 13 de outubro, e em 13 e 17 de novembro. Antes disso, terá pela frente dois amistosos, no início de setembro, em datas ainda a serem definidas. Ambos devem ser disputados nos Estados Unidos, um contra a equipe de casa e outro diante da Argentina, no Superclássico das Américas. A CBF ainda cogita recorrer da suspensão de Neymar diretamente no tribunal de apelação da Fifa. O astro do Barcelona terá de ficar fora nos dois primeiros jogos das Eliminatórias, para completar o gancho de quatro confrontos imposto após as brigas após o duelo com a Colômbia, na Copa América. A entidade ainda planeja pedir que a Fifa considere ;oficial; o Superclássico das Américas. Assim, Neymar se livraria da suspensão na segunda partida das Eliminatórias.

Perto do aeroporto

Segundo informações do portal Terra, ainda não confirmadas pela Conmebol, os estádios devem ficar próximos de aeroportos internacionais, em distâncias a serem definidas.
Isso evitaria que equipes como Bolívia, Equador e Venezuela marcassem partidas em lugares de pouca estrutura, no interior do país, atrapalhando a preparação das grandes seleções ; como fizeram nas últimas Eliminatórias.

Saiba mais

183 times na disputa

A Rússia, sede da Copa do Mundo de 2018, é a única equipe classificada para a competição. As 31 vagas restantes ainda são disputadas por 183 times. A três anos do início do torneio, 25 seleções foram eliminadas ; sete da Ásia, uma da África e 17 das Américas do Norte e Central. Na América do Sul, as Eliminatórias só começam em 5 de outubro, com 10 equipes. Quatro vão direto ao Mundial e o quinto colocado disputará repescagem. A tabela será conhecida em 25 de junho, num evento da Fifa em São Petersburgo, na Rússia.

Diz que joguei por aí

Brasil afora, como vai a Seleção Brasileira

Cidade Aproveitamento Partidas
Cuiabá 100% 4
Porto Alegre 92,9% 14
Recife 92,6% 9
Goiânia 89,7% 13
Fortaleza 83,3% 10
Belém 83,3% 4
Manaus 83,3% 4
São Luís 83,3% 4
Uberlândia 83,3% 4
Brasília 77,8% 12
Rio de Janeiro 77,7% 139
Salvador 75,8% 11
Curitiba 75% 8
São Paulo 75% 56
Belo Horizonte 73,3% 20
Outras cidades* 73,7% 19
TOTAL 78,9% 331

Cidades em que a Seleção atuou ao menos três vezes. O Brasil também jogou em: Campina Grande, Campinas, Campo Grande (2 vezes), Florianópolis (2), João Pessoa, Londrina, Maceió (2), Natal, Paranavaí, Ribeirão Preto (2), São José do Rio Preto, Teresina (2), Varginha e Vitória.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação