>> Sr. Redator

>> Sr. Redator

Cartas ao Sr. Redator devem ter no máximo 10 linhas e incluir nome e endereço completo, fotocópia de identidade e telefone para contato. E-mail: sredat.df@dabr.com.br

postado em 01/07/2015 00:00
Ideologia
Em 22 de junho, o senador Cristovam Buarque fez pronunciamento, na tribuna do Senado, em que levanta a suspeita de que o comportamento da presidente seria mentiroso, porque, antes das eleições, disse que não faria ajustes e não tiraria direitos dos trabalhadores. Ele teria ouvido que, para ganhar eleições, ela não havia dito a verdade. Agora, como disse o ex-presidente Lula, ela mentiu ao declarar que, uma vez eleita, não faria ajustes e não cortaria qualquer direito dos trabalhadores. Em seguida, outro senador que se seguiu na tribuna também PDT elogiou as ações atuais da presidente. Tal fato evidencia a fragilidade dos partidos políticos brasileiros. Na eleição passada, o ilustre então senador Pedro Simon se pronunciou a favor do candidato da oposição, outros também fizeram o mesmo. No Brasil, os partidos políticos não espelham a ideologia política dos candidatos.
; Ruy P. Valle,
Asa Norte


Desperdício
Desde a inauguração, há mais de um ano, as estações do BRT, localizadas em frente ao Conjunto 2 do SMPW, Quadra7 e próximas à entrada do Brasília Country Club, permanecem com as 30 lâmpadas acesas dia e noite. Advinha quem paga por essa irresponsabilidade?
; José A. Oliveira,
Brasília


Militância
Estou pasmo, em vários jornais e revistas está estampado que o Partido dos Trabalhadores vai convocar o ministro da Justiça a fim de enquadrá-lo, pois acha que Eduardo Cardozo não estaria fazendo a parte dele como militante do PT. Isso é o que dá aparelhar os ministérios, além de nada funcionar sem a autorização do partido, estão querendo fazer troça com a cara do brasileiro. O ministro está ministro para prestar serviços à nação, e não ao partido. Se o enquadramento acontecer, será o fim da moral, da honra e da honestidade. O ministro deve explicações ao país. Ele deve vir a público e dizer que, mesmo sendo militante, deve honrar o cargo, que ocupa servindo, pois é para isso que lhe pagamos, não para ser capacho de partido. enrolado em ações nefastas e corruptas.
; Edilio Carlos de Camargo,
Núcleo Bandeirante


Esperteza
Esses petistas acham que são mais espertos do que todo mundo. É claro que doação a partidos e a políticos é legal. Assim prevê a Lei Eleitoral. O que não é legal é, utilizando-se a força de decisão do governo nas obras e nas estatais, combinar com os empreiteiros que os sobrepreços embutidos nos contratos sejam, em parte, doados legalmente aos partidos e políticos. As outras partes, como os empreiteiros e funcionários declararam, ou delataram, para os funcionários da Petrobras que aceitaram os sobrepreços e os aditivos nos contratos, além de atuarem com os operadores dos políticos e partidos. Político da oposição não tem influência na Petrobras para perguntar ao empreiteiro: ;O senhor tem obra na Petrobras? Quer continuar tendo?; Os petistas pensaram ter achado forma de legalizar o pixuleco. Mas a ganância e o fato de não serem mais espertos do que ninguém destroçarama fama e cara de taxinha do líder maior, enterrado no fundo do volume morto. Que caia a República com todos na cadeia.
; Marcelo Hecksher,
Grande Colorado

Insatisfação
A insatisfação, a revolta, a indignação com os descalabros que estamos vendo no nosso país não são fortes o bastante para tirar o povo da zona de conforto. Qualquer convocação para protestarmos contra os abusos e a roubalheira que correm soltos à vista de todos não consegue mobilizar mais do que algumas centenas de patriotas obstinados. No entanto, milhares de pessoas saem às ruas para a Parada do Orgulho Gay. Nada contra, apenas confirma a tese de que o brasileiro é plateia, fica vendo de camarote o desenrolar dos acontecimentos e só sabe reclamar. Falta acordar para o fato de que somos nós que decidimos o nosso destino. Caso contrário, outros vão continuar fazendo isso por nós.
; Maria Luiza D. Machado,
Asa Sul

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação