Gasto tomba em viagens

Gasto tomba em viagens

postado em 23/07/2015 00:00

A forte valorização do dólar nos últimos meses e a rápida deterioração do mercado de trabalho levaram os brasileiros e reduzir os gastos no exterior. Dados do Banco Central (BC) apontam que as despesas em viagens para outros países despencaram 20,1% no primeiro semestre. Os turistas desembolsaram US$ 9,9 bilhões no período, e a expectativa é de que o montante termine o ano em patamar inferior ao observado em 2014. No mercado, a expectativa é de que a moeda norte-americana continue subindo. Ontem, o dólar fechou cotado a R$ 3,225, com alta de 1,65%.

O chefe adjunto do Departamento Econômico do BC, Fernando Rocha, comentou que a conta de viagens apresentará melhora nos próximos meses e contribuirá para redução do deficit em transações correntes. Segundo ele, o momento econômico ruim e a desvalorização do real levaram à redução de despesas. ;Em junho, os brasileiros gastaram menos e essa tendência deve permanecer. As despesas de estrangeiros também foram menores, mas no ano passado tivemos a Copa do Mundo que impulsionou a entrada de dólares;, explicou.

Volatilidade


O gerente de câmbio da Corretora Icap, Ítalo Abucater, explicou que a divisa dos Estados Unidos valorizou 23% em relação ao real nos últimos 12 meses. Para ele, a volatilidade continuará elevada nos próximos meses, porque as condições macroeconômicas do país não garantem aos investidores segurança para aporte de recursos. Para ele, o movimento de desvalorização do real é fruto da irresponsabilidade do governo na condução da economia. ;Os investidores e parte do mercado acreditaram que o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, seria o salvador da pátria e isso não ocorreu. Temos problemas graves e a economia só deve voltar a crescer em 2017, na melhor das hipóteses;, disse. (AT)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação