As novidades

As novidades

postado em 23/07/2015 00:00
 (foto: ZF/Divulgação)
(foto: ZF/Divulgação)


ESTACIONAR
Grande parte dos motoristas tem horror a manobrar o carro em espaço apertado. O trunfo do sistema ZF é o ângulo de viragem do eixo direcional (dianteiro) em 75; do carro urbano inteligente. O conceito do chassi substitui a suspensão convencional McPherson por dois braços de controle e foi criado espaço nos para-lamas para as rodas atingirem o ângulo de 75;. O sistema de assistência coloca o carro em quase toda vaga e pode ser controlado remotamente, por relógio inteligente ou smartphone. O motorista faz a manobra por controle remoto, do lado de fora, como se estivesse em um carro de brinquedo.



FREIO
O sistema de frenagem de emergência (AEB) usa câmeras. Até o fim do ano, a nova geração de câmeras de vídeo vai equipar diversos modelos na Europa, na América do Norte e na Ásia. Com maior potência de processamento, a tecnologia detecta semáforos, animais grandes e objetos diversos. Com frenagem automática de emergência para pedestres à noite. E pode ser combinada com outros sensores e atuadores para oferecer base sólida de segurança ativa.



NUVEM
Denominado Pre Vision Cloud Assist, esse sistema oferece muita segurança. Diferentemente daqueles baseados em GPS, a tecnologia em nuvem considera as coordenadas geométricas e informações sobre a velocidade máxima permitida e armazena dados na nuvem referentes à posição do carro. Ao fazer novamente o mesmo caminho, o sistema utiliza dados armazenados e calcula a velocidade ideal para fazer a curva sem usar o freio, proporcionando segurança.



SUSPENSÃO
A nova versão do eixo de peso leve com molas transversais de direcionamento das rodas é produzida com plástico reforçado em fibra de vidro para veículos de passeio. Esse conceito pesa 13% a menos do que uma suspensão multilink, obtendo o mesmo desempenho dela. Trata-se de uma suspensão traseira do tipo McPherson e acrescenta um braço longitudinal com guia da roda como adicional, reduzindo a complexidade do eixo traseiro.



CHASSI
O Active Kinematics Control (AKC) faz com que as rodas traseiras auxiliem ativamente a viragem das rodas dianteiras.
O carro ganha agilidade e estabilidade na mudança de direção. A viragem das rodas traseiras aciona os atuadores eletrônicos ativos de direção ; que podem ser um central ou dois instalados na suspensão de cada roda. O Porsche 911 e a nova geração do Audi Q7 usam esse sistema. O ângulo de viragem traseiro atinge até 5;. Em velocidade de até 60km/h, as rodas traseiras ficam na direção oposta às das dianteiras, enquanto acima disso as rodas traseiras ficam na mesma posição das dianteiras, aumentando a estabilidade direcional e a dinâmica da condução.



CONDUÇÃO
O sistema semiautomatizado em rodovias possibilita virar, frear e acelerar automaticamente acima de 40km/h.
É a combinação do controle de velocidade (vulgo piloto automático) e da centralização da faixa para manter o carro na pista e com distância segura do carro da frente. O passo seguinte é o sistema de 360; com capacidades laterais, como controle de mudança de faixa.



DIREÇÃO
O sistema, denominado Assistência de Emergência à Direção (ESA), faz com que o carro desvie de um obstáculo sem a interferência do motorista a uma velocidade de 80km/h. E um dispositivo de retenção puxa o cinto em cerca de 4cm para reter o motorista no assento, evitando o movimento pendular.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação