Selic alta reduz vagas

Selic alta reduz vagas

postado em 01/08/2015 00:00
Na semana em que o Banco Central anunciou a elevação da Selic para 14,25%, um estudo da Confederação Federal de Economia (Cofecon) mostra a alta da taxa de juros provoca desemprego. De acordo com a entidade, há ;extrema vinculação; entre as duas coisas no país. A Confecon confrontou as trajetórias do emprego e da Selic para fazer a análise. Como resultado, observou que, com certa defasagem de tempo, a redução dos juros coincide com um aumento no fluxo de carteiras assinadas e vice-versa.

O presidente da Cofecon, Paulo Dantas, explicou que a política de elevação de juros é um forte inibidor do investimento privado e de consumo das famílias, e esse ;resfriamento; da economia acaba refletindo no emprego.

O estudo mostra que, em 2008, quando estourou a crise internacional, o Comitê de Política Monetária (Copom) promoveu forte redução da taxa de juros, de 13,75%, em dezembro daquele ano, para 8,75%, em setembro de 2009. Como reflexo, dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostram que o saldo de postos de trabalho gerados no país saltou de 1,4 milhão em 2009 para 2,6 milhões em 2010. Já a partir de 2013, quando houve aceleração da alta dos juros ; 10%, em 2013; 11,75%, em 2014; e 14,25% na última reunião ;, o saldo de desemprego foi desacelerando: passou de 1,1 milhão, para 413 mil e, no acumulado do primeiro semestre deste ano, para retração de 2345 mil.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação