Rock no Brasil, marcha na Europa

Rock no Brasil, marcha na Europa

postado em 17/08/2015 00:00


Todas as 27 unidades da Federação registraram protestos contra o governo ontem. Em Belém, onde foi registrado o primeiro ato de domingo, a partir das 8h, 4 mil pessoas participaram da mobilização, de acordo com a Polícia Militar. Outras seis grandes cidades do Pará tiveram manifestações. Em Boa Vista, 24 bandas se revezaram, a partir do meio-dia, em uma tenda montada na Praça do Centro Cívico, no Centro, no evento ;Rock Contra a Corrupção;.

Na capital do Espírito Santo, o evento começou oficialmente às 16h, com a chegada de uma carreata de caminhoneiros e de manifestantes que saíram de Vila Velha. O Hino nacional foi cantado por todos. A Polícia Militar estimou a presença de 20 mil pessoas. Em Santa Catarina, ao menos 22 cidades promoveram atos.

Porto Alegre também registrou mobilização significativa. A concentração, iniciada no início da tarde, reuniu cerca de 20 mil pessoas, de acordo com a PM, e 30 mil na avaliação dos organizadores. Em passeata, os ativistas percorrerão cerca de quatro quilômetros na capital gaúcha.

Pelo mundo
Os brasileiros também se manifestaram contra o governo no exterior. Na Europa, por exemplo, cerca de 100 pessoas protestaram em frente à embaixada do Brasil em Londres. Com gritos contra Dilma, Lula da Silva e o PT, o grupo pediu a saída do atual governo e a prisão dos líderes do partido. ;Queremos medidas concretas contra a corrupção e os corruptos. Quero a renúncia de Dilma ou o impeachment;, disse o analista de comércio eletrônico Renato Concilio, 25 anos.

Em Paris, menos de 20 pessoas participaram do ato, também em frente à embaixada do Brasil. O grupo, que diz não pertencer a nenhum dos movimentos que organizaram os protestos em território brasileiro, não conta com políticos nem celebridades. Ainda assim, fez questão de deixar registrado o desejo de ;Fora, Dilma;.

Também foram registradas mobilizações em Roma e Milão, na Itália; em Dublin, na Irlanda; na cidade do Porto e em Lisboa, em Portugal; em Berlim e Frankfurt, na Alemanha. Na América do Norte, houve atos em Miami, Nova York, Seattle e Washington, nos Estados Unidos; e Toronto, no Canadá. Brasileiros ainda se reuniram para protestar em Sydney, na Austrália.



Mais PMs que manifestantes
Sob um calor de 36;C, cerca de 600 manifestantes pediram o impeachment da presidente Dilma Rousseff em Manaus. A baixa quantidade de integrantes nos primeiros momentos fez com que o contingente da Polícia Militar, de 650 oficiais, superasse o de ativistas. No evento, foram distribuídas faixas com mensagens contra o PT, disponibilizadas pelos organizadores do protesto. Eles acreditam que o movimento de ontem foi esvaziado na capital do Amazonas devido à temperatura alta.





Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação