Arena lotada tem zebra no masculino

Arena lotada tem zebra no masculino

Lucas Vidigal Especial para o Correio
postado em 17/08/2015 00:00
 (foto: Minervino Junior/CB/D.A Press
)
(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press )


Mil pessoas, a maioria de amarelo, lotaram a arena montada ao lado do Mané Garrincha, na manhã de ontem. Mas não para protestar: chegaram cedo para a assistir à etapa de Brasília do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia. Na final masculina, viram o passeio de uma zebra. Atuais campeões mundiais e favoritíssimos ao título, Alison e Bruno Schmidt perderam por 2 sets a 0 (21/17 e 21/14) para os novatos Guto Carvalhaes e Saymon Barbosa, ambos de 21 anos.

A vitória inédita pegou de surpresa o próprio Guto, campeão mundial sub-21 em 2014. Ele formou a dupla com Saymon há apenas um mês. ;Nosso objetivo era chegar às semifinais, e o que viesse seria lucro;, comemora. O resultado até poderia colocar os dois na mira da CBV na briga por vaga em 2016, mas eles vão assistir da arquibancada. ;Estamos de olho mesmo em 2020;, vislumbra.

Apesar de inesperada, a derrota não chega a ser uma tragédia para Alison e Bruno. A dupla, vencedora do Mundial da Holanda, em julho, está a poucos passos da vaga nas Olimpíadas. A três etapas do fim, os dois lideram o Circuito Mundial, seguidos de perto por Evandro e Pedro Solberg, que preferiram não disputar o Circuito Brasileiro.

Entre as mulheres, a final colocou em quadra as quatro jogadoras presentes em Londres-2012. Só que em lados diferentes. As medalhistas de bronze Juliana e Larissa decidiram, uma contra a outra, o título da etapa de Brasília, ao lado de Maria Elisa e Talita, respectivamente. Uma vitória representaria um passo importante pela volta aos Jogos Olímpicos ; a outra vaga, que virá via Circuito Mundial, está muito perto de ficar com as campeãs mundiais Bárbara e Ágatha, que não vieram ao DF.

No primeiro set, Larissa e Talita conseguiram abrir uma larga vantagem no fim, e fecharam em 21 x 14, sem maiores dificuldades. Porém, elas se desconcentraram e deixaram o segundo set para Juliana e Maria Elisa atropelarem por 21 x 12. O tie-break ficou marcado pelo nervosismo de Larissa, que levou cartão vermelho por reclamação ; a punição vale ponto para a dupla adversária. Mesmo assim, ela e Talita retomaram a calma, e concluíram o campeonato com a parcial de 15 x 12.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação