Tudo igual no topo

Tudo igual no topo

Corinthians atropela o Cruzeiro no Itaquerão, com dois gols de Love, e segue na ponta, mas o Atlético-MG, vice-líder, também vence e não deixa o ponteiro escapar. Dupla está separada por quatro pontos

postado em 24/08/2015 00:00
 (foto: Carla Carniel/Agência O Globo )
(foto: Carla Carniel/Agência O Globo )

Às 18h de ontem, o Corinthians encerrava o seu passeio dominical em Itaquera depois de não tomar conhecimento do adversário da tarde, o Cruzeiro, e abria seis pontos para o então segundo colocado do Brasileirão, o Grêmio, que empatara com a Ponte Preta em partida disputada às 11h da manhã. Meia hora mais tarde, o Atlético-MG entrava em campo absolutamente pressionado, para não deixar os paulistas abrirem seis, sete pontos, logo na primeira rodada do segundo turno.

E mesmo saindo atrás, correu em busca da virada, que veio com dois gols de Lucas Pratto sobre o Palmeiras. Com o resultado, o Galo manteve-se à sombra do Corinthians, na busca pelo título brasileiro, e a diferença segue em quatro pontos, ainda com um duelo de líder e vice-líder marcado para a 33; rodada, em Minas, em 1; de novembro. ;Besteira achar que essa disputa pelo título está definida. O campeonato é muito equilibrado mesmo, com outras equipes crescendo;, reconheceu o treinador corintiano, Tite.

Na tentativa de tornar o torneio mais fácil, o Corinthians não decepcionou a torcida que lotou o estádio Itaquerão. Diante de 41.014 pagantes, a equipe teve grande atuação contra o Cruzeiro, venceu por 3 x 0. O destaque do jogo, quem diria, foi Vagner Love. O criticado atleta, que não balançava as redes havia 10 partidas, marcou duas vezes. Por causa do jejum de gols, o atacante chegou a perder a vaga de titular para Luciano e só voltou ao time porque o companheiro sofreu grave lesão.

A boa vitória diante do Cruzeiro ainda renovou o ânimo da equipe para o jogo de quarta-feira contra o Santos, pela Copa do Brasil. Após derrota por 2 x 0, na Vila Belmiro, na partida de ida, o Corinthians precisará vencer por 3 x 0 para avançar às quartas de final.

No duelo de ontem, o Corinthians foi superior do começo ao fim. Com marcação alta no campo do adversário, a equipe dificultava a saída de bola do time mineiro. O gol do Corinthians saiu aos 14 minutos. Vagner Love aproveitou rebote de Fábio, após chute de Elias, e bateu firme para o fundo da rede.

Os paulistas ampliaram a vantagem aos 44 minutos. Mayke tentou evitar o lateral pela direita e entregou a bola nos pés de Renato Augusto. O meia fez o cruzamento rasteiro e encontrou Jadson, sozinho, para fazer o segundo gol.

Na etapa final, o Corinthians continuou melhor e não demorou para marcar o terceiro. Malcom disparou pela esquerda e mandou a bola para a área. O goleiro Fábio não cortou o cruzamento e Vagner Love empurrou para a rede.

Com a vitória garantida, o time passou praticamente todo o segundo tempo só administrando a vantagem, sem ser incomodado pelo Cruzeiro. O clube alvinegro é o time com melhor desempenho em casa no Brasileirão. São nove vitórias e apenas uma derrota.

Após dois gols, atacante desabafa e diz que não desaprendeu

Vagner Love falou em tom de desabafo após a vitória por 3 x 0 sobre o Cruzeiro. Para o atacante, as críticas recebidas durante o período em que ficou sem balançar as redes foram injustas. ;Sabia que a minha hora ia chegar, que eu daria a volta por cima. Consegui isso, vim muito concentrado para o jogo. Não desaprendi a jogar futebol, infelizmente as coisas não vinham acontecendo como eu queria;, ressaltou.

Love fez questão de dividir os méritos dos dois gols marcados com o restante dos jogadores. ;Agradeço a minha família e a meus companheiros, que sempre estiveram do meu lado, me apoiaram. Não fui só eu que fiz o gol. Todos os jogadores fizeram comigo.;

O atacante também explicou as comemorações. ;Os gols foram para minha filhinha que está para vir. Minha mulher está grávida de três meses;, concluiu.

FICHA RESULTADO

Corinthians 3
Cássio; Fagner, Felipe, Gil e Uendel; Bruno Henrique (Ralf), Elias, Renato Augusto e Jadson (Matheus Pereira); Malcom e Vagner Love (Danilo)
Técnico: Tite

Cruzeiro 0
Fábio; Mayke (Fabiano), Manoel, Paulo André e Mena; Henrique, Charles (Willian), Fabrício e Alisson; Leandro Damião e Marquinhos (Arrascaeta)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

GOLS - Vagner Love, aos 14, e Jadson, aos 44 minutos do primeiro tempo; Vagner Love, aos 2 minutos do segundo tempo.
CARTÕES AMARELOS - Bruno Henrique e Gil (Corinthians); Fabrício (Cruzeiro).
Público: 41.014 pagantes
Renda: R$ 2.671.941,50
Árbitro: Péricles Bassols (Fifa/RJ)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação