Onde os adultos não entram

Onde os adultos não entram

postado em 03/09/2015 00:00
 (foto: GromSocial/Divulgação)
(foto: GromSocial/Divulgação)


Para evitar a exposição do filho a conteúdos impróprios, o pai de Zach Marchs proibiu o garoto de 11 anos de participar de redes sociais. Em vez de ficar chateado por não fazer parte dos sites de relacionamento como Facebook e Twitter, o menino criou a própria rede social, o Grom Social, com a ajuda de um amigo da família e de um especialista em código de programação HTML. A rede, especialmente voltada a crianças e adolescentes, começou a ser esboçada em 2012 e chegou ao Brasil em maio de 2015, quando o garoto (foto) visitou escolas do país. A primeira versão foi feita em segredo, mas depois de conhecê-la, o pai de Zach Marchs resolveu bancar o projeto.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação