Falta de aviso "é uma pena"

Falta de aviso "é uma pena"

postado em 12/09/2015 00:00

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se queixou ontem de o pedido da Polícia Federal ter sido divulgado antes mesmo de ele tomar conhecimento do assunto. ;Eu não sei como comunicaram a você e não me comunicaram;, disse a uma jornalista que o acompanhava em um evento na Argentina. ;É uma pena;, continuou, antes de encerrar o assunto. A assessoria do instituto do ex-presidente afirmou ao Correio que não comentará o tema. A Polícia Federal nada declarou.

Ontem, a Procuradoria da República no Distrito Federal denunciou por improbidade administrativa o diplomata e diretor do Departamento de Documentação do Itamaraty, João Pedro Corrêa Costa. Ele redigiu mensagem em que alerta que papéis não sigilosos poderiam ser usados por um jornalista para produzir notícias que envolvessem o ex-presidente Lula e a empreiteira Odebrecht.

Costa sugeriu transformar os documentos em secretos para impedir que as informações viessem a público, segundo o Ministério Público. Os procuradores dizem que ele violou os deveres de legalidade, honestidade, lealdade à União e imparcialidade.

Ainda ontem, o juiz da 13; Vara Federal de Curitiba, Sérgio Moro, mandou soltar o ex-gerente da Petrobras Celso Araripe, acusado de receber R$ 3 milhões em propina para facilitar a aprovação de aditivos aos contratos de construção do prédio sede da estatal em Vitória (ES). Ele disse que, ;apesar das inconsistências e pontos obscuros; como ;causa ilícita; para os recebimentos de dinheiro, a ;prudência recomenda; trocar a prisão por medidas alternativas. Araripe recebeu dinheiro de empresas que foram subcontratadas por fornecedoras da Petrobras. Moro determinou que ele compareça às convocações da Justiça, entregue seu passaporte e não deixe o país, não mude de residência e não mantenha contato com outros acusados de crimes na Petrobras. (EM)


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação