Golpe de mestre

Golpe de mestre

Esportista mais bem pago do mundo, Floyd Mayweather Jr. escolheu dar adeus aos ringues num duelo tido como fácil contra Andre Berto. Triunfo hoje em Las Vegas fará o invicto Money igualar marca do lendário Rocky Marciano

Maíra Nunes
postado em 12/09/2015 00:00
 (foto: Al Bello/AFP - 2/5/15)
(foto: Al Bello/AFP - 2/5/15)



A figura que mais dominou o boxe neste século se despede hoje das competições. Aos 38 anos, Floyd Mayweather Jr. encerrará a carreira iniciada em 1996. E deve dar adeus sem jamais ter perdido uma luta. Ele sairá de cena após a disputa pelo título mundial contra o haitiano naturalizado americano Andre Berto, em Las Vegas (EUA). A decisão anunciada há 10 dias deu fim aos boatos de que a aposentadoria ainda aguardaria uma possível revanche para o filipino Manny Pacquiao, derrotado na ;luta do século;, depois de polêmica decisão por pontos em maio.

Controvérsias, por sinal, não faltam a Mayweather. Desde a escolha do sparring Andre Berto para o último combate, por exemplo, ele enfrenta críticas, pois o britânico Amir Khan era tido como um rival mais forte. Às vésperas do duelo de hoje, Money teve de se defender mais uma vez. Afirmou que era um direito dele escolher o oponente depois de ter superado Pacquiao. ;A imprensa sempre terá algo a dizer. Amir Khan? Vocês comentam sobre Berto ter perdido três de últimas seis lutas, mas Khan também perdeu três vezes, e Andre (Berto), como ele, é bicampeão mundial;, ressaltou.

São poucos, porém, os corajosos que apostam em uma zebra. Andre Berto chega para o combate após derrotas para Robert Guerrero e Victor Ortiz. No total, são apenas três reveses em 36 lutas. O problema é que eles ocorreram nos últimos seis combates.

Já o mito dos ringues contabiliza 48 vitórias, das quais 26 por nocaute. Um triunfo hoje fará Mayweather se igualar ao lendário Rocky Marciano, ex-campeão mundial dos pesos-pesados, que morreu em 1969. ;Não há ninguém próximo de mim. Eu vou ser o melhor de todos os tempos até o dia da minha morte;, cravou Money, para, em seguida, justificar a aposentadoria. ;Acredito que minha saúde seja mais importante. Só saúde importa. Eu não gostaria de ter o cérebro destruído.;

Doping

Outra polêmica recente envolvendo o pugilista é o suposto caso de doping no combate contra Pacquiao, adversário que era tido como o único capaz de desbancá-lo. Na quinta-feira, foi divulgado o uso pelo norte-americano de 250 mililitros de salina e multivitaminas e 500 mililitros de salina e vitamina C.
A quantidade ultrapassa o limite permitido pela Agência Mundial Antidoping (Wada), mas a Agência Antidoping dos Estados Unidos (Usada) isentou o pugilista de culpa. No mesmo dia, Mayweather usou as redes sociais para se defender. ;Como foi confirmado pela Usada em comunicado, não cometi violações. Eu sigo e sempre segui as regras da Comissão Atlética de Nevada e da Usada;, escreveu.
A suspeita, no entanto, provocou reação de Pacquiao. O filipino quer revanche. ;Por uma questão de justiça e para o bem do esporte, a Usada precisa ser concreta. Se necessário, deve impor sanções para manter a credibilidade e mostrar ao mundo que Mayweather não teve tratamento especial;, disse ele à imprensa do seu país. ;É por isso que eu quero uma nova luta, com disputa limpa. Não uma luta em que a equipe de Mayweather dite as regras.;

Na TV

Floyd Mayweather x Andre Berto
21h FOX Sports

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação