A internet como aliada

A internet como aliada

Estudantes trocam a sala de aula por cursinhos on-line para reduzir custos e tempo de estudo na preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio. Sites oferecem videoaulas e exercícios, mas, muitas vezes, não conseguem tirar as dúvidas dos candidatos

» Isabela Bonfim Especial para o Correio
postado em 12/09/2015 00:00
 (foto: Rodrigo Nunes/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Rodrigo Nunes/Esp. CB/D.A Press)

Assim como muitos estudantes, Victor Ferreira, 17 anos, concilia as aulas da escola com uma preparação intensa para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Mas ele não precisa se deslocar todos os dias até o curso, porque faz o preparatório on-line. ;Eu optei por esse método justamente porque não tinha tempo para o cursinho. Eu trabalhava, e precisava de algo prático e rápido;, explica. Os sites oferecem videoaulas e exercícios para quem quer se preparar para os vestibulares. Flexibilidade e preço já atraíram mais de meio milhão de estudantes.

Os sites cobrem o conteúdo exigido no edital do Enem por meio de videoaulas curtas, com duração de 5 a 15 minutos. Para praticar, os alunos podem fazer os exercícios relacionados a cada módulo e assistir às correções em vídeo. Só parte do conteúdo está disponível gratuitamente. Para ter acesso ao pacote completo, é preciso ser assinante. ;O preço é mais em conta que o cursinho presencial;, diz. Victor optou pelo pacote semestral, de R$ 89,90. Um curso preparatório em Brasília custa, em média, R$ 2.500 por semestre.

Outra vantagem é a flexibilidade, já que o aluno assiste aos vídeos quando for mais conveniente. Mas, para que as aulas on-line funcionem como um curso preparatório, é preciso disciplina. Victor, por exemplo, organizou a grade de estudos com auxílio dos professores da escola. Com o objetivo de passar no curso de direito na Universidade de Brasília (UnB), ele estuda cinco horas por dia. Duas são exclusivamente por meio da plataforma na internet. ;Tudo depende do aluno. Se ele não quiser, não vai conseguir desfrutar do conteúdo do site.;

Marco Aurélio Andrade, 51 anos, também se prepara on-line. Ele usa o site Me Salva! e acredita que o método funciona. ;Eu gosto do formato da aula. Você só vê a mão e escuta a voz da pessoa, isso ajuda a se concentrar melhor.; Ele, que está se aposentando agora da Polícia Militar, já é aluno de educação física na UnB, mas quer realizar o sonho de estudar medicina. Também já foi aprovado em outros vestibulares e prefere se preparar sozinho. Para ele, a vantagem do curso on-line é a rapidez. ;Uma videoaula de poucos minutos, às vezes, cobre o conteúdo de um capítulo do livro. Como falta pouco tempo para o Enem, essa agilidade é fundamental.;

Metodologia
Para que o aprendizado seja mais fácil, os conteúdos são divididos em módulos bem específicos e de maneira progressiva. ;O primeiro módulo de matemática é sobre operações básicas. É para o aluno que realmente não sabe nada. Aos poucos, ele evolui para módulos mais avançados, com nível de vestibular;, diz Vinicius Neves, diretor de conteúdo do Stoodi. Segundo ele, os professores dão aulas em cursinhos e escolas de São Paulo e já estão acostumados com a preparação para o Enem.

Davis Posso, professor de biologia, explica que precisou fazer adaptações nas aulas presenciais para o formato on-line. ;Uma aula de 50 minutos na escola é fragmentada em dois ou três vídeos. A duração curta é importante para manter a concentração do aluno.; Em compensação, ele conta que é possível inserir elementos interativos mais facilmente do que em sala. Para o professor, a maior dificuldade é acompanhar o progresso do aluno. ;Observar a evolução do estudante na sala de aula é algo imediato, mas, no ambiente virtual, é um desafio.; Um dos pontos que as plataformas ainda não cobrem completamente é a solução de dúvidas. Victor conta que, quando não entende algo, recorre aos professores da escola.

Diretor do Me Salva, Miguel Andorffy conta que a plataforma não nasceu com o intuito de ser exatamente um cursinho on-line. ;Nosso objetivo é ser o melhor amigo do aluno e ajudá-lo a fazer a própria gestão do aprendizado.; Ciente de que muitos usam o site como curso preparatório, a equipe tem se organizado para oferecer serviços mais especializados. Na reta final para o Enem, a plataforma vai disponibilizar, gratuitamente, oito aulões de revisão e uma maratona de simulados.


Quanto custa?

Stoodi
Conteúdo: 2 mil aulas, 3,5 mil exercícios, resumos teóricos.
Grátis: primeira aula de cada módulo, provas e gabaritos de vestibulares e Enem.
Assinantes: aulas mais avançadas dos módulos, exercícios e correção em vídeo.
Pacotes: mensal: R$ 19,90; semestral: R$ 89,90 e anual: R$ 149,90.
Endereço: www.stoodi.com.br

Me Salva!
Conteúdo: 2,6 mil aulas e 6,4 mil exercícios.
Grátis: revisão para o Enem e maratona de simulados ; mais da metade do conteúdo do site é de acesso livre
Assinantes: revisões e cursos preparatórios exclusivos
Pacotes: mensal: R$ 40; semestral: R$ 192 e anual: R$ 336
Endereço: www.mesalva.com





Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação