O berço do relógio de pulso

O berço do relógio de pulso

Por Márcio Cotrim
postado em 13/09/2015 00:00


Seu inventor foi o mesmo do avião: o brasileiro Alberto Santos Dumont. Foi assim: o ;pai da aviação; pretendia cronometrar o tempo de voo de seus aviões durante as experiências que promovia.

Naquele tempo, os relógios ficavam nos bolsos, presos a uma corrente. Como Santos Dumont não podia tirar as mãos do manche ; o volante do aparelho ; para pegar o relógio, encomendou ao joalheiro Cartier um modelo que ficasse fixo no braço e facilitasse o controle das horas.

Pronto, aí estava o berço do relógio de pulso. Aliás, um modelo denominado Santos, que ainda hoje continua à venda nas joalherias Cartier espalhadas pelo mundo. Questão de gosto e conforto...

PANDEMÔNIO ; Essa palavra tem berço no radical grego pan, que significa todo + o termo grego daímon, neologismo criado pelo poeta inglês Milton no seu Paraíso perdido, Shangri-la, para designar o palácio de Satã, situado na capital imaginária do inferno. É o mesmo que tumulto, balbúrdia, confusão sonora de pessoas que se reúnem para promover desordens. Por falar nisso, numa recente rebelião ocorrida na penitenciária de Urso Branco, em Rondônia, presos rebelados mataram desafetos jogando-os do teto de altos pavilhões enquanto outros tinham partes do corpo decepadas diante das câmeras de televisão. Quer dizer, estamos falando da barbaridade suprema praticada numa desordem onde ninguém se entende, o horror dos horrores...

COLONO ;
Em termos gerais, é aquele que cultiva uma porção de terra que, por um trato, está ligada ao proprietário. O berço dessa palavra vem do latim colonus, pessoa instalada numa nova terra pertencente a terceiros, a partir do verbo colere, habitar, cultivar, respeitar. No estado de São Paulo, o vocábulo se refere ao empregado da fazenda que trabalha por meação, recebe a metade do que foi produzido e deixa a outra parte para o proprietário. Noutra acepção, colono é o indivíduo de um país que possui colônias e se fixa numa colônia, em geral de forma permanente. A lei n; 5.496, de 5 de setembro de 1968, considera 25 de julho o Dia do Colono. Colonato é o nome que se dá a um sistema de exploração econômica entre diversos colonos ou meeiros, que ficam incumbidos de cultivar determinada área e entregar parte da produção ao proprietário, conservando outra parte para seu consumo e fruição. Uma das principais reformas a serem feitas ainda no Brasil é a reforma agrária, responsável por imensa repercussão na sociedade ; seja no aumento da produção, da exportação de produtos, na redução do êxodo rural e até na diminuição da inflação, anseios que, transformados em realidade, podem impulsionar a realidade brasileira a novos patamares econômicos e financeiros trazendo, subsidiariamente, confiança na população e um otimismo só conhecido em nosso país em tempos juscelínicos...

ALARME ; O berço dessa palavra é o italiano all;arme, às armas. É o brado urgente da reunião de cidadãos para dar aviso de algum perigo ou de ataque imediato numa batalha. Em tempos remotos da humanidade, havia aqueles que eram os responsáveis para dar o alarme em algum tipo de calamidade, natural ou não. Aliás, os chimpanzés também possuem mecanismos de defesa e vigilância para alarmar suas comunidades em caso de perigo iminente. Já algumas espécies de aves aquáticas, como os gansos, desenvolveram o hábito de estar sempre alerta, de ficar atentos o tempo todo e, ao menor sinal de perigo, dar o alarme. Mal comparando, é como fazem os escoteiros, inspirados por seu criador Baden Powel, seguindo o mesmo procedimento de comunidades ameaçadas...

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação