Prevenção contra doença equina

Prevenção contra doença equina

» CAMILA COSTA
postado em 15/09/2015 00:00
O cancelamento da tradicional cavalgada da Semana Farroupilha de Brasília, que ocorreria no último domingo, foi uma forma de prevenir e evitar a exposição dos animais a possíveis casos de mormo ; doença altamente contagiosa que afeta cavalos. Outros estados, como Rio Grande do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro, registraram a patologia recentemente, mas nenhuma ocorrência foi verificada no DF nem em fazendas do Entorno. O receio de contágio fez o Exército Brasileiro e a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), que normalmente cedem cavalos para a apresentação, recueram.

;Nós negociamos os animais com eles, porque temos poucos. Seriam 20 cavalos nossos e outros 20 emprestados. Porém, totalmente por prevenção, o Exército achou melhor não emprestar, e a PM seguiu a orientação;, explicou Loiva Lopes, presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho do Planalto Central, que, ao lado da representação do Governo do Estado do Rio Grande do Sul em Brasília, organiza a cavalgada anualmente. Segundo ela, não há animal contaminado, nem com suspeita da doença no DF. ;Temos um controle muito rígido. Acompanhamos e conversamos com todos os responsáveis, seguimos uma regulamentação, os animais são vacinados e monitorados;, defendeu Loiva.

Toda essa preocupação é porque o mormo é uma doença altamente contagiosa, uma patologia infecciosa causada pela bactéria Burkholderia mallei. Normalmente, quando comprovada a doença, os cavalos são sacrificados. Um dos agravantes é o fato de ser silenciosa. Os sintomas são febre alta, tosse e secreção nasal. Podem aparecer também nódulos no nariz e nos pulmões dos animais, além de feridas nos membros. A transmissão acontece através de secreções dos animais doentes que contaminam, principalmente, os bebedouros. O mormo é uma zoonose, ou seja, pode ser transmitido ao homem. Tanto em animais quanto em humanos, pode levar à morte.

Amanhã, uma solenidade na Câmara dos Deputados homenageará a Semana Farroupilha. A data é um momento de culto às tradições gaúchas. Relembra a Guerra dos Farrapos contra o Império, de 1835 a 1845.


Para saber mais

Casos em outros estados

A 9; Cavalgada Companheiros do Estradão, que ocorreria em Mato Grosso em maio, também não foi realizada devido à doença. A Justiça do estado suspendeu o evento em caráter liminar por suspeita do retorno do mormo. A decisão foi tomada com base em um ofício apresentado pelo Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea) informando sobre o risco de contaminação de equinos e humanos pela doença. A enfermidade tinha sido erradicada no Mato Grosso, mas, em 2014, um caso foi registrado no município de Vila Bela da Santíssima Trindade, a 562km de Cuiabá. No Rio Grande do Sul, um cavalo foi contaminado em junho deste ano, em Rolante. Foi o primeiro caso da doença no estado.






Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação