Massa: "Cingapura será a pista mais difícil"

Massa: "Cingapura será a pista mais difícil"

postado em 17/09/2015 00:00
 (foto: Oli Scarff/AFP - 4/7/15)
(foto: Oli Scarff/AFP - 4/7/15)



A Williams sabe que o circuito de Marina Bay não é o ideal para o pleno desempenho de seus dois carros. Com poucas retas e muitas curvas lentas, a pista de Cingapura promete dar trabalho para Felipe Massa e Valtteri Bottas. Mesmo assim, eles não se veem fora da disputa por pontos.

;Das últimas corridas desta temporada, esta é provavelmente a pista mais difícil para o nosso carro, mas isso não significa que não possamos somar uma boa quantidade de pontos;, analisou Massa, quarto colocado do Mundial, com 97 pontos.

O finlandês Valtteri Bottas ecoou os pensamentos do companheiro de time e ressaltou os diferentes estilos de curva e alguns aspectos climáticos que podem dificultar o encontro do equilíbrio ideal do carro. ;Cingapura é um lugar muito legal e bastante singular na medida em que é uma corrida noturna. Para a equipe, é uma pista desafiadora, pois há tantas curvas com diferentes características que fica difícil conseguir o equilíbrio perfeito;, afirmou. ;O calor, a umidade e a intensidade da pista também tornam a corrida muito exigente fisicamente. Houve algumas mudanças na pista para este ano e, por isso, vai ser interessante ver os efeitos que terão;, avaliou Bottas, sexto na tabela de classificação, com 91 pontos.

Novidade

A Marussia anunciou ontem que o norte-americano Alexander Rossi será um dos seus pilotos titulares em cinco das últimas sete provas da temporada 2015 da Fórmula 1, começando já pelo GP de Cingapura.

Atualmente na GP2, Rossi vai substituir o espanhol Roberto Merhi na prova no circuito de rua de Marina Bay e também nos GPs do Japão, dos Estados Unidos, do México e do Brasil. Já o britânico Will Stevens segue com a vaga assegurada para o restante do campeonato.

Merhi, que foi titular em 11 provas nesta temporada, ainda vai participar de mais duas corridas em 2015: os GPs da Rússia e de Abu Dabi. Além disso, será piloto reserva nas outras provas, ao lado do suíço Fabio Leimer.

Rossi, de 23 anos, é o vice-líder do campeonato da GP2, tendo vencido duas provas em 2015. Mas, até o GP de Cingapura, a experiência na Fórmula 1 se resumiu a cinco treinos livres e algumas sessões de testes coletivos. Agora, ele terá a chance de fazer a estreia na principal categoria do automobilismo mundial.

O GP de Cingapura será a 13; etapa do Mundial de Fórmula 1, que hoje tem o inglês Lewis Hamilton disparado na liderança do campeonato, com 255 pontos. O alemão Nico Rosberg, companheiro dele de Mercedes, é o vice-líder, com 199, seguido de perto pelo compatriota da Ferrari, Sebastian Vettel, que soma 178. Bem distante desse trio, o brasileiro Felipe Massa é o quarto colocado, com 97.

Na TV
Amanhã
Treinos livres
7h e 10h30 SporTV
Sábado
Treino livre
7h SporTV
Classificação
10h SporTV
10h30 Globo (Q3)
Domingo
Corrida
9h Globo

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação