Nome na camisa, não

Nome na camisa, não

postado em 02/10/2015 00:00


O entendimento entre o Campo Grande e o motel foi diferente das parcerias feitas pela Portuguesa. A marca do estabelecimento não será estampada no uniforme do time sul-mato-grossense. ;Uma tevê local fará imagens do prédio, dos apartamentos. O nome do motel aparecerá, é um marketing para eles;, justifica Karllos Oliveira, dirigente do clube.

Essa será a primeira ação ;diferente; do Campo Grande, como define Oliveira. O costume era o de sortear bicicletas. O preço dos ingressos, R$ 20, será mantido, mas, segundo o cartola, a procura pelas entradas aumentou, apesar da situação do time.

A segundona de Mato Grosso do Sul é disputada por oito clubes, divididos em duas chaves. Na primeira fase, as equipes jogam dentro do grupo em turno e returno. As duas melhores avançam à etapa final. Nessa segunda fase, as quatro classificadas se enfrentam em turno e returno. As duas melhores garantem o acesso à Série A em 2016. A última rodada está marcada para 15 de novembro.

O Campo Grande é o terceiro colocado do Grupo A, com seis pontos (duas vitórias e três derrotas). Está atrás do Aquidauanense, líder da chave, com 13, e do Operário, em segundo lugar, que soma 10. O Pantanal é o lanterninha, sem ponto. No Grupo B, estão Itaporã (10 pontos), Maracajú (10), Pontaporanense (4) e Urso (4).

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação