fique em casa

fique em casa

Ao criar um mundo ideal, O doador de memórias aborda a força das emoções na vida humana

postado em 02/10/2015 00:00
 (foto: Paris Filmes/Divulgação
)
(foto: Paris Filmes/Divulgação )


A descoberta do sentimento

baseado no livro homônimo de Lois Lowry, lançado em 1933, O doador de memórias conta a história de um mundo aparentemente perfeito, sem doenças, guerras e, tampouco, sentimentos. Quando Jonas, interpretado por Brenton Thwaites, completa 12 anos, é escolhido para ser o receptor de memórias da comunidade e passa a ter a missão de guardar lembranças alheias para poupar o sofrimento da sociedade e ajudar a conduzi-la.

Ele começa, então, a ser treinado por um homem mais velho, chamado de O Doador. O jovem aprende o que é dor, tristeza, guerra e todas as verdades do mundo, e logo percebe que o mundo em que vive não é real.

Sabendo da realidade, Jonas enfrentará escolhas difíceis sobre sua própria vida e seu futuro. Além de Thwaites, que assume o papel principal, o filme traz elenco de peso como Meryl Streep e Jeff Bridges.

US$ 25 milhoes
Orçamento do filme

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação