Grita geral

Grita geral

grita.df@dabr.com.br (cartas: SIG, Quadra 2, Lote 340 / CEP 70.610-901)

postado em 31/10/2015 00:00
Secretaria de Saúde
Profissionais nomeados

O turismólogo Nataniel Fragoso Ribeiro, 36 anos, questiona onde os profissionais nomeados para trabalhar na unidade de internação de Brazlândia, ainda não inaugurada, estão atuando. ;As nomeações estão sendo feitas desde o ano passado sem o centro ter sido inaugurado;, afirma. Segundo o leitor, na última sexta-feira (23), nomearam mais médicos para a unidade.

; A Secretaria de Saúde esclarece que não há publicação no Diário Oficial com a lotação de servidor indicado para setores específicos e que a unidade citada é ligada à Secretaria da Criança. A Saúde informa ainda que, no exercício de 2015, foram nomeados 19 servidores para o Hospital Regional de Brazlândia, sendo 10 médicos de diversas especialidades. ;Em relação às nomeações de médicos publicada no DODF, ressaltamos que não foi no dia 23 e, sim, no dia 21/10, quando foram nomeados 52 médicos para a Secretaria de Saúde.;




DFTrans
Falta de integração

A assessora administrativa Laís Oliveira enviou uma mensagem para o WhatsApp do Correio para denunciar que a integração entre os ônibus não está funcionando. ;Eu percebi isso desde segunda e já vi várias pessoas reclamando;, lamenta. A leitora questiona se o problema é permanente ou é decorrente da greve dos funcionários.

; Às vezes, acontecem problemas pontuais de integração. Para haver a integração, o intervalo entre as viagens deve ser de no máximo 2 horas, com direito a dois transbordos. Se o validador (catraca) não está atualizado pode haver erro e a integração não é feita. Com isso, o usuário paga duas passagens. A orientação é que esses usuários registrem o problema na Ouvidoria, pelo telefone 162, ou pelo site www.ouvidoria.df.gov.br. Com esse registro, a Subsecretaria de Fiscalização (Sufisa), da Secretaria de Mobilidade, poderá autuar a empresa e exigir a atualização do validador, que deve ser diária em todos os veículos que operam no Sistema de Transporte Público Coletivo do Distrito Federal (STPC/DF), inclusive nos das cooperativas. Para o usuário que não conseguiu fazer a integração e pagou duas passagens, a orientação é ir a um dos postos do Sistema de Bilhetagem Automática (SBA) e pedir o reembolso do valor cobrado indevidamente, que é feito no próprio cartão cidadão.




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação