Oposição vê chantagem

Oposição vê chantagem

postado em 28/11/2015 00:00
Especialistas, parlamentares e até mesmo técnicos do governo acham difícil que, a partir de terça-feira, ocorra o shutdown na máquina pública brasileira nos moldes do que houve nos Estados Unidos há dois anos. ;Essa ameaça (de que os serviços podem parar) é um balão de ensaio;, disse um técnico ligado à equipe econômica. O senador Álvaro Dias (PSDB-PR), líder do bloco da oposição, tem a mesma opinião. ;Isso é apenas uma pressão porque o governo corre o risco de ser acusado de crime de irresponsabilidade fiscal. Se o governo realmente parar, será uma confissão de incompetência desmedida e sem precedentes;, ressaltou.

Para o especialista em contas públicas Mansueto Almeida, o shutdown só ocorreria se, em vez de R$ 10 bilhões, o decreto assinado pela presidente Dilma Rousseff contingenciasse R$ 107 bilhões. No entender de Mansueto, a equipe econômica errou ao demorar para alterar a meta fiscal, e o governo está muito fragilizado com a prisão do líder governista, o senador Delcídio do Amaral (PT-MS). ;Agora, o Palácio do Planalto terá que reorganizar a base de apoio. O debate é maior, porque terá que resolver a questão política antes da econômica;, assinalou.

Entre parlamentares da base aliada, a visão é de que não haverá problemas para a aprovação da nova meta fiscal. A oposição, porém, promete criar problemas, pois viu a decisão do governo como chantagem mentirosa. (RH)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação