BC tenta conter divisa

BC tenta conter divisa

postado em 28/11/2015 00:00
Preocupado com os efeitos da disparada do dólar sobre a inflação e a saúde financeira de bancos e empresas, o Banco Central decidiu aumentar os esforços para segurar as cotações da divisa. Na próxima segunda-feira, a autoridade monetária fará um leilão de empréstimo de dólares no valor de até R$ 2,75 bilhões. Nas últimas semanas, o BC já vinha fazendo esse tipo de operação, mas os montantes não passavam de US$ 500 milhões.

O BC anunciou também que vai rolar integralmente o estoque de contratos de swap cambial (equivalentes à venda futura de dólares) que vencem em 4 de janeiro de 2016. No total, US$ 10,7 bilhões continuarão no mercado. De acordo com a instituição, dos mais de US$ 100 bilhões desses contratos, 80% estão em mãos de empresas que têm dívidas ou custos atrelados à moeda estrangeira, e de investidores externos que precisam de proteção contra a desvalorização do real para manter os recursos no país.

O dólar vem subindo na esteira da piora do clima político e econômico do país. Na quarta-feira, o mercado reagiu à prisão do líder do governo no Senado, Delcídio do Amaral (PT-MS) e do sócio controlado do Banco BTG Pactual, André Esteves. Ontem, o mercado abriu relativamente calmo, mas as cotações dispararam depois que começaram a circular rumores de que o presidente da Andrade Gutierrez, Otávio Marques de Azevedo, fará acordo de delação premiada, no qual vai apontar os nomes de pelo menos dois senadores que teriam recebido propinas no esquema da Petrobras.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação