Tiros em clínica de aborto no Colorado

Tiros em clínica de aborto no Colorado

postado em 28/11/2015 00:00


Um tiroteio em uma clínica legal de aborto em Colorado Springs, no estado norte-americano do Colorado (oeste do país), terminou ontem com 11 feridos, entre eles ao menos três policiais. O local passou várias horas cercado pela Swat (esquadrão de choque) e no início da noite o atirador foi detido.

Segundo a porta-voz da polícia, Catherine Buckley, ele ficou entrincheirado no edifício. ;Sabemos que ele trouxe diversos instrumentos, mas não sabemos do que se trata. Alguns estão do lado de dentro e outros na frente (da clínica).;
A ação policial começou por volta das 11h30 (16h30 em Brasília), e passadas várias horas a porta-voz ainda não podia confirmar sequer se o agressor agia sozinho ou com cúmplices ; nem se a situação envolvia tomada de reféns. ;Aparentemente, há pessoas presas no interior do estabelecimento;, relatou Buckley. ;A operação segue em curso, estão trocando tiros com o invasor e contemplamos muitas possibilidades para esse cenário.;

Fontes oficiais relataram mais cedo à imprensa local que nem mesmo era certo se a unidade do serviço Planned Parenthood era o alvo original do ataque, já que os primeiros disparos teriam vindo de fora do edifício.

Os centros de planejamento familiar, local de realização de abortos, são geralmente alvo de cidadãos que rejeitam a interrupção da gravidez, considerada legal no Colorado. Enquanto o incidente se desenrolava, os bombeiros e a polícia de Colorado Springs, situada ao sul de Denver, recorreram ao Twitter para alertar os moradores sobre o tiroteio.

Obama
De acordo com uma fonte da Casa Branca, o presidente Barack Obama foi informado dos acontecimentos pela conselheira para Segurança Interna, Lisa Monaco.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação