Duas despedidas e um sonho

Duas despedidas e um sonho

No último jogo oficial de Rogério Ceni e Luis Fabiano no Morumbi, São Paulo tenta manter foco na vaga para Libertadores

postado em 28/11/2015 00:00
 (foto: Nacho Doce/Reuters - 29/3/11)
(foto: Nacho Doce/Reuters - 29/3/11)


Rogério Ceni não conseguiu se recuperar a tempo de fazer o último jogo oficial no Morumbi antes de se aposentar. A lesão no pé direito continua a deixar o goleiro do São Paulo longe do time, mas ele irá ao jogo contra o Figueirense, hoje, para vivenciar o ambiente de uma partida do time como mandante.

A convite do técnico interino Milton Cruz, o goleiro ficou concentrado para o jogo no mesmo quarto onde dorme há mais de 20 anos na véspera das partidas realizadas em São Paulo. ;Esta é a minha última concentração no CT. Por isso, gostaria de estar com os meus companheiros e viver isso pela última vez na minha carreira;, disse.

Rogério Ceni não atua desde 28 de outubro, quando rompeu o ligamento tíbio-fibular do pé direito durante o jogo contra o Santos, na Vila Belmiro, pela Copa do Brasil. Somente nesta semana o goleiro voltou a treinar, mas sentiu muitas dores ao se movimentar e retornou ao departamento médico.

Na próxima semana, a tendência é o goleiro ser escalado para o último jogo do time no ano. O compromisso será contra o Goiás, no domingo, no Serra Dourada, em Goiânia. ;Estou há quase um mês sem jogar, então precisaria de um tempo maior de preparação para não prejudicar a equipe;, explicou Rogério Ceni, que será substituído novamente por Dênis.

A ausência do capitão frustrou os planos do clube de realizar ações de marketing especiais para a partida contra o Figueirense. Rogério Ceni só voltará a entrar em campo no Morumbi no próximo dia 11, em jogo de despedida com a presença de ex-atletas campeões mundiais pelo São Paulo em 1992, 1993 e 2005.

Luis Fabiano

Na contramão de Rogério Ceni, Luis Fabiano dispensou a realização de um jogo de despedida e lamentou apenas encerrar a passagem sem mais títulos. Durante a entrevista coletiva de ontem, o jogador respondeu todas as perguntas com muita calma e em tom tranquilo, sem fazer reclamações.

O terceiro maior artilheiro da história do São Paulo, com 211 gols, prometeu anunciar nas próximas semanas onde vai jogar em 2016. ;Foi no São Paulo que eu passei as maiores emoções da minha carreira;, emocionou-se.


Ficha técnica

17h
Morumbi
São Paulo
Campeonato Brasileiro
37; rodada
Transmissão: Pay-per-view

São Paulo
Dênis; Bruno, Rodrigo Caio, Lucão e Matheus Reis; Thiago Mendes, Carlinhos (Hudson) e Paulo Henrique Ganso; Michel Bastos, Alexandre Pato e Luis Fabiano
Técnico: Milton Cruz (interino)

Figueirense
Alex Muralha; Leandro Silva, Marquinhos, Thiago Heleno e Juninho; Fabinho, João Vitor, Yago e Carlos Alberto; Dudu e Clayton
Técnico: Hudson Coutinho

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação