Brasil pega Espanha na semi do Mundial

Brasil pega Espanha na semi do Mundial

postado em 28/11/2015 00:00


A Seleção Brasileira de futsal feminino está na luta pelo hexacampeonato na sexta edição do Torneio Mundial, na Guatemala, e mantém a invencibilidade histórica na competição ; o time nunca perdeu um jogo no evento. Garantidas com antecedência para a semifinal, que será disputada contra a Espanha, hoje, às 20h, as brasileiras veem as rivais deste sábado e as portuguesas como grandes forças. ;Brasil, Portugal e Espanha são as favoritas. As finais ocorrem sempre entre esses times;, diz ao Correio o técnico da equipe nacional, Wilson Sabóia.

Além de ser pentacampeão do mundo, o time verde-amarelo tem as melhores jogadoras de futsal do planeta, eleitas todo ano pela Fifa desde a primeira edição do torneio: a ala Vanessa Pereira (2010, 2011 e 2012), a pivô Luciléia (2013) e a ala Amanda Lyssa (2014). Após o campeonato na Guatemala, a entidade escolherá o destaque desta temporada. ;Se ficarmos novamente com o título, com certeza a melhor do mundo será do Brasil mais uma vez;, acredita Vanessa Pereira, de 27 anos, detentora de três bolas de ouro.

As brasileiras estrearam na terça-feira, com vitória arrasadora de 9 x 0 sobre a Costa Rica. Ainda na fase de grupos, também venceram de goleada o Irã, na quarta-feira, por 6 x 0. Esses dois primeiros jogos foram marcados por movimentação ofensiva nas laterais e por defesa bem estruturada ; o Brasil foi a única Seleção a não ser vazada nas duas rodadas iniciais.

No último confronto da fase de grupos, na quinta-feira, Portugal quase acabou com a invencibilidade verde-amarela. A partida estava empatada em 0 x 0 até o minuto final, quando a árbitra espanhola Raquel González marcou a quinta falta do Brasil. Houve uma pressão portuguesa, afirmando ser a sexta infração, mesmo com o placar apontando cinco. A juíza e a mesa cederam à pressão e declararam tiro livre direto. Carla Vanessa bateu e abriu o placar faltando 42 segundos para o duelo acabar.

Wilson Sabóia, então, pediu tempo e montou a postura de goleira-linha com Jéssika. Parecia mesmo que a série invicta ia ser encerrada, até que a camisa 10, Luciléia, fez lance individual pelo meio, passou por uma marcadora, conseguiu um espaço aberto e bateu rasteiro a 14 metros da meta. Gol do Brasil a dois segundos do fim do jogo.

Antes do confronto, Brasil e Portugal já estavam garantidos na semifinal, com o mesmo número de pontos ; os dois primeiros times da chave se classificam. A partida definiu quem terminaria em primeiro no grupo, e o empate deu a liderança às brasileiras devido ao saldo de gols. Caso a Seleção vença a Espanha nesta noite, disputará a final contra o vencedor de Portugal x Rússia, amanhã, às 22h30.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação