Rio Open terá mudanças em horários para fugir do calor

Rio Open terá mudanças em horários para fugir do calor

postado em 02/12/2015 00:00

Principal torneio de tênis da América do Sul, o Rio Open teve a edição 2016 lançada oficialmente ontem no Jockey Club Brasileiro, na Zona Sul do Rio. Em comparação à competição disputada em fevereiro deste ano, a próxima versão sofrerá redução na premiação no masculino, que tem nível ATP 500. O valor caiu de US$ 1,5 milhão para US$ 1,3 milhão. No feminino, com nível WTA International, a premiação foi mantida em US$ 250 mil.

Outra mudança no torneio, entre 15 e 21 de fevereiro, ocorrerá no horário dos jogos. Atendendo à solicitação dos próprios tenistas, a primeira sessão de partida começará mais tarde em comparação aos dois primeiros anos: 14h15, numa tentativa de fugir do calor escaldante do fim da manhã, principal reclamação dos atletas e do público.

Além do espanhóis Rafael Nadal, vencedor da primeira edição (2014), e David Ferrer, atual campeão, foi confirmado ontem o norte-americano John Isner, 11; colocado no ranking da ATP. Os brasileiros Thomaz Bellucci, João Souza (Feijão), Teliana Pereira e Bia Haddad Maia também estarão na disputa. ;É um evento que sempre tem melhorado e ano que vem talvez seja a edição mais forte porque teremos quatro atletas que estão entre os 15 melhores do ano;, destacou Bellucci. ;Vai ser difícil para eu sair com o caneco, mas estarei jogando em casa, com o apoio da torcida, e isso será uma vantagem.;

Assim como na última edição, o Rio Open ocorrerá em nove quadras de saibro ; a principal tem capacidade para 6.200 pessoas.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação