Oposição acusa governo

Oposição acusa governo

postado em 17/12/2015 00:00

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), afirmou ontem que a decisão da agência de classificação de risco Fitch de retirar o selo de bom pagador do país ;não é algo inesperado;, uma vez que o ajuste fiscal promovido pelo governo não surtiu o efeito anunciado. ;A presidente Dilma não tem apoio político de sua base para aprovar reformas estruturais e colocou o Brasil em uma trajetória de crescimento da dívida que é insustentável;, acusou o tucano, em nota.


Para Aécio, o país passa por um momento ;muito difícil;, pois, com o atual governo, ;todos os indicadores econômicos continuarão a piorar nos próximos meses e todos os avanços das últimas décadas no estão em risco;.


O relator do Orçamento de 2016, deputado Ricardo Barros (PP-PR), aproveitou o discurso no plenário para afirmar que a perda do grau de investimento pela agência Fitch vai custar muito para os empresários e trabalhadores.


O presidente do DEM, senador José Agripino (RN), destacou que a perda do selo de bom pagador significa um retrocesso que corresponde a 10 anos de esforços. ;Em 12 meses de governo desastrado, perdemos o que levamos uma década para conseguir;, avaliou.





Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação